O tenebroso caso Santa Isabel: A mulher que teve o rosto roubado | Noite Sinistra
26/11/2018

O tenebroso caso Santa Isabel: A mulher que teve o rosto roubado


Convido os amigos e amigas a conhecer essa bizarra história acontecida aqui no Brasil na década de 90, onde uma idosa foi encontrada morta em casa, e num intervalo curto de tempo entre a descoberta do corpo e a chegada de socorro teve pele, a carne, cartilagem do nariz, língua, olhos e a orelha esquerda foram extraídas cirurgicamente sem evidência de sangue no local.

A mulher que teve o rosto roubado

Na localidade de Santa Isabel(SP) município da grande São Paulo, próximo à Guarulhos, em 24 de junho de 1999, a Sra. Alzira Maria de Jesus foi encontrada morta na sua cama, e por volta das 8:00 (Algumas versões dizem que foi em torno das 21:00) da manhã sua nora, a dona de casa Sônia Aparecida Da Rocha, de 25 anos, foi levar um café para a sogra que se encontrava no quarto, pois devido a idade avançada necessitava de cuidados especiais e passava a maioria de seus dias na cama.

Quando a nora entrou no quarto encontrou a sogra imóvel na cama, chamou algumas vezes e não obteve resposta. Assustada, saiu para telefonar para o marido, o jornaleiro Manoel Edvaldo Da Silva, 39 anos, filho da vítima. Ao retornar para casa quase 40 min depois Sônia vê o corpo da Alzira com o rosto totalmente desfigurado e praticamente sem carne. (Outra versão diz que foi o filho a ver a mãe desfigurada). A pele, a carne, cartilagem do nariz, língua, olhos e a orelha esquerda foram extraídas cirurgicamente, sem deixar nenhum vestígio de sangue, sequer no travesseiro branco.


Foi feito o boletim de ocorrência na delegacia da cidade sob n°145/99 em 24 de Junho.

No exame necroscópico 473/99, do Instituto Médico Legal de Guarulhos, os dois legistas responsáveis afirmaram que uma pneumonia bilateral e um choque séptico mataram a aposentada e que sua face teria sido roída por roedores.

Porém, a versão médica é contestada pela própria polícia e pelas partes envolvidas no caso. "Em três anos que moro aqui jamais vi um único rato", afirmou Sônia. "Cheguei a pensar em ácido e até coisa de outro mundo", comentou.


Já o delegado titular de Santa Isabel, (H)Welcias Nogueira Paranaguá Filho, 34 anos, dez anos de profissão, acha que a versão da perícia é prática e cômoda. "Não havia vestígio nenhum, nem na cama ou no travesseiro. Além disso, a blusa branca que ela usava também não apresentava nenhuma marca. É muito estranho, afirmou. "Descarto a hipótese de assassinato. Mas não o sobrenatural", completou.

O delegado também afirmou não aceitar a versão dos roedores. "Rato deixa marcas. O rosto dela parece ter sido cortado com a ajuda de um bisturi".

E mais, "Como poderia o corpo ainda estar quente quando chegamos, se passaram algumas horas desde que a aposentada foi encontrada morta?", questionou o delegado que disse pretender levar as investigações às últimas consequências, mesmo que tenha de pedir opinião à especialistas norte - americanos.

Originalmente esse caso foi publicado na Revista da Rádio 89 FM de São Paulo (Logo depois sendo replicados em Blogs), que apesar de ser uma revista de música, falava de outros temas como comportamento e tinha uma coluna dedicada ao sobrenatural chamada de "Arquivo Zé".

Possível relação com extraterrestres?

Na época algumas pessoas afirmaram que na noite anterior aos fatos foram vistas bolas de luz voando nessa região rural e no início da madrugada os animais, como cachorros, gansos, e outros começaram à fazer um intenso barulho, persistindo à noite toda. Mas na hora que Sônia saiu de casa para o orelhão ficou tudo no mais absoluto silêncio.

Tais relatos fizeram muitos entusiastas dos fenômenos extraterrestres afirmar que alienígenas teriam relação com o caso.

Para mim parece absurdo que seres de outros planetas viriam até nosso planeta para mutilar um idosa já sem vida, ou que teria sido morta pelos alienígenas. Mas os pesquisadores dos fenômenos UFO correlacionam alienígenas a diversos casos de mutilação humana e de animais, sendo que um dos mais famosos casos do tipo ocorridos aqui no Brasil foi o caso Guarapiranga (clique AQUI para ler mais sobre o caso), ocorrido 29 de setembro de 1988  na zona Sul de São Paulo, onde um cadáver de um homem foi encontrado com estranhas marcas no corpo, semelhantes a marcar encontradas em animais supostamente atacados por alienígenas.

A incapacidade da polícia de formular uma hipótese plausível para o aso acabou abrindo espaço para esse tipo de teoria. Mas qual teoria é mais maluca, a teoria do envolvimento alienígena ou dos ratos? Opinem!!!

Fontes: Mundo Gump e Oberhalbthoth

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



2 Comentários
Comentários
2 comentários:
  1. muito estranho...será que o filho e a nora não estão envolvidos não???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...tudo é possível, mas seria uma crueldade sem explicação neah?

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no Instagram

Postagem em destaque