Morre holandesa que seduzia nazistas em bares para depois assassiná-los Pular para o conteúdo principal

Morre holandesa que seduzia nazistas em bares para depois assassiná-los


Freddie Oversteegen juntou-se à resistência aos 14 anos e fez parte da célula feminina mais famosa da Holanda. Considerada uma heroína da Segunda Guerra Mundial, a holandesa Freddie Oversteegen, conhecida por seduzir nazistas em bares e depois assassiná-los, morreu no último dia 5 de setembro, aos 92 anos.

Convido os amigos e amigas a conhecer um pouco mais sobre essa holandesa que se tornou uma heroína na segunda guerra mundial. Aproveito para agradecer o amigo Chico Izidro o envio desse assunto.

Oversteegen nasceu em Haarlem, perto de Amsterdã, em 6 de setembro de 1925 e tinha apenas 14 anos quando se juntou à resistência holandesa. Ao lado da irmã foi criada pela mãe comunista. A família se escondeu em grupos de judeus na Lituânia e ajudava crianças judias a escapar de campos de concentração.


Freddie e a irmã mais velha, Truus Oversteegen, foram criadas pela mãe comunista e quando eram crianças, a família escondeu um grupo judeu da Lituânia no barco onde moravam. Juntamente com a irmã e a amiga Hannie Schaft, Freddie explodiu pontes e ferrovias com dinamite, ajudava crianças judias a escapar de campos de concentração e executava soldados e oficiais nazistas usando uma arma de fogo escondida na cesta de sua bicicleta.

O trio, no entanto, ficou famoso pelo seu plano de abordagem de nazistas em bares. Depois de flertar e seduzi-los, elas inocentemente perguntavam se eles queriam "dar um passeio" na floresta, onde, como a própria Freddie disse em entrevista, eles eram "liquidados".


"Tínhamos que fazer isso", disse ela em uma entrevista à Vice. "Era um mal necessário, matar aqueles que traíram as pessoas boas." Quando perguntada sobre quantas pessoas ela matou ou ajudou a matar, ela hesitou: "Não se deve perguntar a um soldado nada disso".

Freddie morreu em 5 de setembro - um dia antes de seu 93º aniversário, por conta de problemas cardíacos. Ela foi a última sobrevivente da mais famosa célula de resistência feminina da Holanda, que dedicou suas vidas a lutar contra ocupantes nazistas e "traidores" holandeses nos arredores de Amsterdã. Sua irmã Truus também sobreviveu à guerra e tornou-se artista e mais tarde escreveu um livro sobre as memórias dos anos de resistência.

Já sua amiga, Hannie Schaft, não teve tanta sorte. Enquanto estudava direito, a jovem foi capturada pelos nazistas e executada - apenas algumas semanas antes do fim da Segunda Guerra. Mas depois do conflito, Schaft acabou ficando mundialmente famosa: um longa-metragem holandês intitulado "A garota com o cabelo vermelho" foi dedicado à sua biografia, e ela foi (re)enterrada com honras na presença da rainha Wilhelmina e do príncipe Bernhard da Holanda, enquanto mais de 15 cidades os Países Baixos têm a rua nomeada em homenagem à jovem.

"Era trágico e muito difícil e nós chorávamos muito depois", disse Truus en entrevista certa vez, segundo o jornal holandês IJmuider Courant, sobre a sensação de ter matar alguém. "Não sentimos que nos convém - é uma coisa que nunca se adapta a ninguém, a menos que você seja um verdadeiros criminoso. [Isso] envenena as coisas bonitas da vida".

Agradecimentos ao amigo Chico Izidro pelo envio da matéria.

Fonte: Marie Claire

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Cinco mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do Diabo

Saudações amigos e amigas. Hoje decidi compartilhar com vocês uma bizarra lista, na qual conheceremos a história de 5 mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do demônio. Convido a todos a conhecerem esses estranhos relatos.

A origem da Deep Web

O termo Deep Web passou a ser usado entre os anos de 2001 e 2002, e hoje em dia é sinônimo de crimes cibernéticos e da obscuridade humana. Embora ainda não fosse denominada da forma que é hoje, a deep web já está ativa desde a década de 70. Convido todos a conhecer um pouco mais sobre esse assunto na matéria abaixo.