Médico espanhol desaparecido em 1996 é encontrado em uma floresta na Itália Pular para o conteúdo principal

Médico espanhol desaparecido em 1996 é encontrado em uma floresta na Itália


Um médico espanhol que desapareceu há 20 anos e foi declarado morto pelas autoridades 14 anos mais tarde, depois que ninguém mais viu ou ouviu falar dele, foi recentemente encontrado vivendo no meio de uma floresta Toscana italiana, por um casal de forrageadores de cogumelos, moradores do local.

Carlos Sanchez Ortiz de Salazar, que agora deve ter 47 anos, desapareceu de sua casa em Sevilha, Espanha, em 1996, depois de cair em uma depressão profunda. Sua família passou anos procurando por ele, mas depois de não encontrarem qualquer tipo de pistas sobre o que tinha acontecido, desistiram.

Eventualmente as autoridades espanholas, em 2010, declararam oficialmente que Carlos estava morto. No entanto, no final de 2015, este homem que dizia ser o próprio foi encontrado vivendo em uma floresta nas imediações de Scalino, uma cidadezinha em Toscana, pelos anteriormente referidos catadores de cogumelos.


O casal de forrageadores foi para a floresta na esperança de encontrar alguns viçosos cogumelos depois de um fim de semana de fortes chuvas, mas depois de não colherem quase nada, decidiram desviar da trilha convencional e batida, a fim de mudar a sua falta de sorte.

Mas em vez de cogumelos, eles descobriram um rastro de garrafas plásticas de água e latas enferrujadas no meio do mato, que acabou levando-os para o acampamento de um homem que eles disseram que "tinha um rosto todo sujo e uma barba enorme".


Aterrorizados com a visão daquele eremita com um saco nas costas, os dois não tiveram melhor ideia do que sair correndo para salvar suas vidas, mas ocasionalmente voltaram algumas horas depois com o chefe da guarda florestal local. Os seus receios iniciais, entretanto, revelaram-se infundados, pois o homem se aproximou simplesmente para cumprimentá-los e com boa fluência em idioma italiano, muito solícito e educado se apresentou:

- "Eu sou espanhol, meu nome é Carlos e vivo aqui desde 1997", disse ele. - "Eu não quero mais viver entre as pessoas: agora que vocês me encontraram eu preciso fugir daqui."

Pouco antes de que ele começasse a arrumar seus trapos, o guarda perguntou se poderia fornecer a prova da sua identidade, e o homem mostrou um passaporte velho, desgastado e expirado com o nome de Carlos Sanchez Ortiz de Salazar. O guarda conseguiu tirar uma foto dela com um smartphone que usava para informar as autoridades locais e a associação de pessoas desaparecidas da sua presença. Eles entraram em contato com os seus homólogos na Espanha, que rapidamente fizeram contato com a família de Carlos.

- "É ele, é o nosso Carlos", disseram seus pais logo que viram a foto de seu passaporte. - "Ele está vivo, e isso é o mais importante de tudo."

No outro dia os pais foram até a Itália, se juntaram a um grupo de busca e aventuraram-se na mata em direção ao acampamento que os catadores de cogumelos tinham descoberto.

No entanto, eles só encontraram algumas latas cheias de água, muito lixo e uma lona velha que o homem provavelmente utilizava como abrigo. Os pais ficaram muito emocionados ao ver o local onde o filho viveu nos últimos 18 anos. Como ele havia dito aos homens que o encontraram, Carlos se mudou para outro local.

- "Não havia nenhum sinal dele", disse o prefeito de Scarlino, Marcello Stella. - "Só Deus sabe se vamos encontrá-lo novamente."

Mas seus pais não estão preparados para desistir do filho, que acreditavam que estava morto há muito tempo.


- "Nós respeitamos a sua vontade e sua liberdade, mas não vamos desistir até que o tenhamos em nossos braços novamente, mesmo que seja apenas pela última vez", disse sua mãe Amélia em meio a um monte de lágrimas. Já o pai se mostrou inconsolável esmurrando a vegetação até que sua mão sangrasse.

Em relação aos seus meios de sobrevivência no mato por tanto tempo, alguns acreditam que ele devia cultivar e também colhia alimentos, mas outros acham que ele subsistiu fuçando latas de lixo na periferia das cidades próximas, como Scarlino, sobretudo porque (somente agora) alguns moradores afirmaram ter visto um mendigo barbudo vasculhando lixo no local.


Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. É isso: o cara se decepcionou com a sociedade e fugiu. Não duvido que muito mais gente faça isso no futuro.

    ResponderExcluir
  2. tenho pena dos pais desse homem, sofrendo tantos anos sem saber o que realmente havia acontecido...será que fugir e ficar vivendo como mendigo é a melhor solução??? Quis se afastar da sociedade, mas se alimenta dos restos do lixo dessa mesma sociedade...vai entender uma mente insana como essa...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Cinco mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do Diabo

Saudações amigos e amigas. Hoje decidi compartilhar com vocês uma bizarra lista, na qual conheceremos a história de 5 mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do demônio. Convido a todos a conhecerem esses estranhos relatos.

A origem da Deep Web

O termo Deep Web passou a ser usado entre os anos de 2001 e 2002, e hoje em dia é sinônimo de crimes cibernéticos e da obscuridade humana. Embora ainda não fosse denominada da forma que é hoje, a deep web já está ativa desde a década de 70. Convido todos a conhecer um pouco mais sobre esse assunto na matéria abaixo.