Montanhista encontrado congelado após 16 anos se tornou lenda por salvar companheiros Pular para o conteúdo principal

Montanhista encontrado congelado após 16 anos se tornou lenda por salvar companheiros

Alex Lowe e Daniel Bridge desapareceram em outubro de 1999 em uma montanha no Tibet
O montanhista americano Alex Lowe era conhecido nos anos 1990 não apenas por sua incrível capacidade de desbravar os picos mais desafiadores do mundo, mas também por sua dedicação em salvar companheiros que se encontravam com problemas durante estas escaladas.

Por isso, foi grande a comoção quando ele desapareceu em 5 de outubro de 1999, junto com o cinegrafista David Bridge, quando tentavam chegar ao topo do 14º pico mais alto do mundo, o monte Shishapangma, na cordilheira do Himalaia, no Tibet.

No dia 01-05-16, 16 anos depois da dupla sumir após ser atingida por uma avalanche, seus restos foram encontrados por montanhistas que retornavam para casa.

"Seus corpos foram achados cobertos por gelo, era como se tivessem parado no tempo", escreveu a mulher do Lowe, Jennifer Lowe-Anker, ao anunciar a descoberta.

No acidente, a maioria dos integrantes da equipe de escalada que acompanhavam Lowe e Bridges conseguiu escapar com vida. Seus corpos nunca haviam sido encontrados apesar dos esforços constantes para localizá-los.

"Isso é um alívio para mim e para a família de Lowe e de Bridge, que não haviam conseguido enterrar seus entes queridos", disse Conrad Anker, que estava com os montanhistas no momento da avalanche, à revista Outside.

Escalando um gigante

Lowe era conhecido como um dos melhores montanhistas do mundo nos anos 1990
Nascido em 1958, Lowe ficou conhecido na década de 1990 como um dos principais escaladores e montanhistas do mundo. Uma das razões para essa fama foram as dez escaladas realizadas por ele em uma das formações verticais mais perigosas - e cobiçadas por alpinistas de todo o planeta: El Capitán, no parque Yosemite, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Ele também demonstrava um interesse especial pelos montes do Himalaia: havia chegado ao topo do Everest em duas ocasiões e atingido outros picos entre os chamados "Os Oito Mil", porque estão localizado a mais de 8 mil metros acima do nível do mar. Mas o Shishapangma, com uma altura de 8.027 metros, tinha um significado especial para Lowe.

"As pessoas falam muito do Everest, mas, para mim, o Shishapangma não é apenas o mais belo em meio à paisagem do Tiber, mas também o que tem a melhor rota para escalá-lo, é o mais interessante", disse ele no blog MontainZone.com, onde descrevia suas escaladas e compartilhava suas impressões sobre cada expedição.
Lowe também havia ficado conhecido por ter resgatado outros escaladores
Em outubro de 1999, junto com Bridge, que havia se especializado como documentarista de alpinismo, Anker e outros especialistas em escalada, ele tentou subir a montanha.

No meio do projeto, eles decidiram se dividir em duas equipes. Foi onde Lowe, Anker e Bridge, que gravava para um programa especial do canal americano NBC, tomaram outro caminho para criar uma nova rota de subida. Mas a montanha caiu sobre eles.

Segundo o relato de Anker, Lowe deu um grito neste momento para alertar a todos os membros do grupo a tempo de se esconderem. Anker quebrou duas costelas e sofreu um forte golpe na cabeça, mas conseguiu evitar a grande quantidade de neve que soterrou os corpos de Lowe e Bridge.

Durante 20 dias, equipes de resgate e seus companheiros sobreviventes buscaram por eles sem descanso, mas as condições climáticas pioraram, e foi preciso deixar seus corpos congelarem sob o frio da montanha.

A descoberta

O monte Shishapangma é o 14º pico mais alto do planeta com 8.027 metros
Na semana passada, Anker, que se casou com a mulher de Lowe, recebeu um telefonema dos montanhistas David Goettler e Ueli Steck, que estavam escalando o Shishapangma. Eles queriam informar que haviam achado os dois corpos encapsulados em um bloco de gelo.

"Quando descreveram os equipamentos achados junto, não restaram dúvidas: eram eles", disse Anker. De imediato, foram iniciados os trabalhos para tirar os corpos do gelo e levá-los de volta para os Estados Unidos.

Lowe também era conhecido por sua dedicação no resgate de companheiros, como quando alpinistas espanhóis enfrentaram diversos problemas durante uma expedição em junho de 1995.

Por estes feitos, em setembro de 2005, uma elevação dentro do Parque Nacional de Gallatin, no Estado de Montana, recebeu o nome de Lowe em sua homenagem.

Fonte: BBC Brasil


Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.