Casal Alemão é acusado de torturar e assassinar mulheres que prendia na própria casa Pular para o conteúdo principal

Casal Alemão é acusado de torturar e assassinar mulheres que prendia na própria casa


Um casal de alemães foi acusado de prender, torturar e matar pelo menos duas mulheres dentro da própria casa. Convido todos os amigos e amigas a conhecerem essa sórdida matéria que foi enviada para o blog Noite Sinistra pelo amigo e colaborador Elson Antonio Gomes.

A dupla de criminosos, identificados apenas como Wilfried W., de 46 anos, e sua ex-mulher Angelika B., de 47, foram presos na quarta-feira da semana passada e acusados de homicídio.

O caso ocorreu na pequena cidade de Höxter, no noroeste da Alemanha, e a casa onde teriam ocorrido os crimes está sendo chamada pela imprensa do país de "casa dos horrores".

Segundo a polícia o casal atraía as vítimas com anúncios de encontros românticos.

O homem nega as acusações, mas a polícia afirma que Angelika confessou os crimes.

Segundo relatos da polícia na imprensa, ela afirmou que apenas obedecia às ordens de Wilfried e que o ex-marido abusava também dela e até já tinha a submetido a tortura.

As autoridades alemãs afirmam acreditar que o casal pode ter feito mais vítimas e estão examinando a casa onde os dois teriam cometido os crimes.

O caso foi descoberto ao "acidentalmente"

No dia 21 de abril, o casal estaria tentando levar uma vítima de volta para a casa dela - uma mulher de 41 anos identificada como Susanne F. e que estava gravemente ferida - quando o veículo onde eles estavam enguiçou.

Enquanto eles esperavam por um táxi, o estado de saúde de Susanne piorou. Eles chamaram uma ambulância e a mulher morreu mais tarde, já no hospital.

Os médicos suspeitaram dos ferimentos encontrados em Susanne, entre eles um trauma na cabeça, e avisaram a polícia.

Depois de investigações, a polícia começou a suspeitar que Susanne tivesse sido mantida como refém e torturada na casa do casal. Eles também suspeitam que ela não tenha sido a primeira vítima dos dois.


Outra vítima

Em uma entrevista coletiva concedida na terça-feira, a polícia alemã afirmou que acredita que o casal tenha matado e esquartejado outra mulher para, em seguida, tentar incinerar os restos dela na lareira.

Annika W., de 33 anos, também moradora da mesma região, morreu em agosto de 2014. Como no caso de Suzanne F., ela havia respondido a um anúncio de encontro no final de 2013.

"A vítima foi submetida a tortura física grave várias vezes, foi golpeada no corpo inteiro, acorrentada a aquecedores, escravizada e espancada", disse o promotor-chefe da região, Ralf Meyer.

"Em algumas ocasiões a vítima teve que dormir no chão, sem proteção nenhuma, em quartos gelados. Consequentemente, o estado físico dela foi ficando cada vez pior."

De acordo com Meyer, no meio do ano de 2014 Annika piorou e estava em estado grave. Ela morreu em 1º de agosto de 2014.

O chefe da divisão de homicídios de Höxter, Ralf Oestermann, afirmou que os peritos estão realizando uma análise detalhada da casa dos acusados.

"Não podemos excluir a possibilidade de outra mulher ter morrido ali", disse o investigador à jornalistas.

Oestermann também falou da possibilidade de existir uma terceira vítima dentro da casa dos dois.

Poder

Ele informou que outra mulher entrou em contato com a polícia após ver uma foto da casa na TV e alega também ter sido torturada ali. Segundo ela, o casal praticava atos como arrancar o cabelo das vítimas.

Em nenhum dos casos há indícios de abuso sexual.


Segundo Meyer, os investigadores descobriram que Wilfried W. e a ex-mulher era motivados pelo desejo de "exercer poder" sobre as vítimas e que há indicações de sadismo no comportamento dos dois.

As leis de privacidade da Alemanha determinam que os nomes completos dos envolvidos no caso não podem ser divulgados antes de uma sentença judicial.

Agradecimentos ao amigo Elson Antonio Gomes pelo envio dessa dica.

Fonte: BBC Brasil

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. É incrível como tem gente retardada e problemática nesse mundo. E como essas pessoas felizmente são burras para escorregarem e serem pegas. Só não entendo porque a outra vitima não havia se manifestado antes. Gostaria de saber mais detalhes sobre esse caso.

    Bites!
    TaryBelmont

    ResponderExcluir
  2. QUANTUM BINARY SIGNALS

    Get professional trading signals delivered to your cell phone daily.

    Start following our trades right now and profit up to 270% daily.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.