A cidade amaldiçoada de Bhangarh, na Índia Pular para o conteúdo principal

A cidade amaldiçoada de Bhangarh, na Índia


Bhangarh é uma cidade do estado de Rajasthan na Índia,  famosa por suas ruínas históricas. A cidade que foi fundada em 1631, possui vários templos em homenagens a deuses como Gopinath , Shiva, Mangla Devi, Lavina Devi e Keshava Rai. A antiga cidade indiana é palco de uma lenda sobre uma poderosa maldição.

A cidade foi fundada durante o governo do Bhagwant Das como a residência de seu segundo filho Madho Singh, o irmão mais novo do imperador de Akbar, Man Singh I. Madho Singh participou de muitas campanhas com seu pai e irmão. Quando o Império Mughal tornou-se mais fraco após a morte de Aurangzeb, Jai Singh II anexou Bhangarh ao seu estado a base da força em 1720. Após este episódio Bhangarh teve sua população diminuída, passado a se tornar, lentamente, um local desabitado.


É proibida a entrada na cidade de Bhangarh sob ordens da ASI (Archaeological Survey of India). Aqueles que desobedecerem podem ser presos. Segundo o órgão do governo indiano, essas regras servem para proteger o local, e ao mesmo tempo os visitantes.

A lenda sobre a maldição de Bhangarh

Segundo a lenda, a cidade de Bhangarh foi amaldiçoada pelo Guru Balu. Ele havia abençoado a construção da cidade, com uma condição: "No momento em que as sombras de seus palácios me tocarem, a cidade não será mais abençoada pelos deuses!" Quando um príncipe resolvei construir um palácio a uma altura que lançava uma sombra sobre retiro proibido de Balu Nath, ele amaldiçoou a cidade. Acredita-se Balu Nath está enterrado lá até hoje em uma pequena samādhi (espécie de tempo para meditação).


Outro mito é a lenda da princesa de Bhangarh, Ratnavati. Ela seria a joia de Rajasthan. Em seu aniversário de dezoito anos, ela começou a receber ofertas de casamento de outras regiões (ou seja, a nobreza). Na área viveu um tântrico, um mágico bem versado em ocultismo, chamado Singhia, que estava apaixonado pela princesa, mas sabia que não teria chances de desposar a linda Ratnavati. Um dia Singhia viu a empregada da princesa no mercado, ele usou a sua magia negra sobre o óleo que ela estava comprando, a magia faria com que a princesa se apaixonasse por ele, assim que o óleo tocasse seu corpo. A princesa, no entanto, vendo o tântrico encantando o petróleo, frustrou seu plano derramando o líquido no chão. À medida que o petróleo atingia o chão ele se transformou em uma pedra, que esmagou Singhia. Instantes antes de morrer, o feiticeiro amaldiçoou o palácio, prometendo a morte de todos os que habitavam na mesma. No ano seguinte, houve uma batalha entre Bhangarh e Ajabgarh em que muitas pessoas, inclusive a princesa Ratnavati, pereceram.


Legendas dizem que Bhangarh é assombrada, e seria esse o motivo pela qual a entrada é proibida para turistas ao anoitecer. Os moradores das redondezas acreditam que a princesa Ratnavati reencarnou em outro lugar e que o império de Bhangarh está à espera de seu retorno para pôr fim à maldição.






Fonte: Wikipédia

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

Comentários

  1. adoro uma lenda e uma cidade amaldiçoada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me amarro em lendas de cidades e lugares amaldiçoados...essas são histórias que refletem bem o misticismo do povo local...

      Excluir
  2. Eu acho que isso é conversa pra boi dormi :v

    ResponderExcluir
  3. A quinta foto se assemelha com um ovni visto debaixo, segundo descrições de contatados.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.