Cidade fantasma turca: Cidade das 1001 Igrejas


A cidade de Ani, que alguns a chamam de a cidade das 1001 igrejas ou cidade das 40 portas, é uma cidade abandonada, situada em uma zona militarizada entre a fronteira da Turquia com a Armênia. Houve uma época em que tinha cerca de 200.000 habitantes, mas há 300 anos ninguém mais vive lá. Os antigos edifícios permanecem vazios.

Na sua época a cidade de Ani chegou a rivalizar com grandes potências como Constantinopla, Bagdad e como o Cairo. Ani foi a capital do reino da Armênia.

Foi fundada no século IV ou V AC, e por ali passaram armênios, curdos, geórgios, mongóis, turcos, que lutaram pelo poder da cidade. Sempre que um novo povo a conquistava, tratava de apagar o registo dos anteriores. Em 1444 e por mais de um século, Ani pertenceu ao império otomano, que a desprezou, assim a  cidade perdeu importância. A população persistiu até ao século XVIII, quando foi praticamente abandonada.

Foi redescoberta por arqueólogos no século seguinte onde foram feitas diversas escavações, até à primeira guerra mundia, que voltou a danificá-la. A Turquia e a Armênia continuaram a disputa de fronteira, até esta ser absorvida pela União Soviética.

Em 1921, a assembleia turca ordenou ao general que os monumentos de Ani fossem varridos da Terra, o que não aconteceu por completo, porém causando grande e irreparáveis danos a antiga cidade.

Hoje, a disputa fronteiriça ainda perdura, o que pode acabar por extinguir esse lugar de rara beleza.




















Quando amanhecer, você já será um de nós...

Comentários

  1. Respostas
    1. Somos dois...rsrrsrs. Na verdade tudo que possui uma história e tals me atrai...

      Excluir
  2. "Em 1921, a assembleia turca ordenou ao general que os monumentos de Ani fossem varridos da Terra, o que não aconteceu por completo, porém causando grande e irreparáveis danos a antiga cidade."
    Incrível muda o país mas a base é sempre a mesma nada pode chamar mais atenção que nosso amigo imaginário deus ... Se algo começa a aparecer mais que a religião a ordem é imediata sempre a mesma total destruição ...E nem adianta dizer que isso foi a muito tempo atrás pq a pouco menos de dez anos mandaram fazer o mesmo com as estatuas de buda , inclusive destruíram uma de 50 metros que levou quase 300 anos para ficar pronta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amigo...isso que vc disse é uma grande verdade...muitos foram os povo que tiveram traços culturais, monumentos, etc...destruídos por conta da religião...e isso segue acontecendo!!! Muitas culturas seguem sendo varridas para debaixo do tapete, e não precisamos ir muito longe para ver isso!!!!

      Excluir
  3. Cara,tambem curto esses lugares antigos,mas tenho uma opinião um pouco diferente: se é possível a preservação,ke seja, mas sefor as custas do povo por meio da taxação d impostos,é melhor deixar keo tmpo haja e seguir em frente! Não se pode ficar preso ao passado,é preciso evoluir!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

SIGA-NOS NO FACEBOOK

POSTAGENS MAIS VISITADAS DA SEMANA

Links da Deep Web 2018

Links da Deep Web 2019

Links da Deep Web

Danny Rolling, o "Estripador de Gainesville"

O caso Araceli

A guerra entre as famílias Alencar, Sampaio e Saraiva

Laerte Patrocínio Orpinelli: O andarilho da morte

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick