Os estranhos eventos na base aérea de Malmstrom nos EUA


Ao longo de várias décadas a base aérea nuclear de Malmstrom, localizada no estado de Montana nos EUA, é alvo de estranhos eventos supostamente ufológicos. Convido os amigos e amigas a conhecer alguns desses eventos que tiveram início na década de 60.

A base da Força Aérea fica próxima à cidade de Great Falls, no centro do estado de Montana.

O evento de 1967


A Base Aérea de Malmstrom tem tido vários avistamentos de OVNIs. Em 16 de março de 1967, 10 mísseis nucleares Minuteman I apresentaram defeito logo após um grande objeto esférico foi relatado estar pairando diretamente acima da base.

Soldados avistaram três globos luminosos ao longe, e a medida que essas esferas de luz se aproximavam, os sistemas de segurança utilizados para acionar e disparar os misseis nucleares começaram a se auto desligar. Nenhum dos técnicos de serviço naquele dia conseguiram religar os sistemas.

Pouco depois duas das três luzes sumiram, mas as remanescente continuou se aproximando, chegando até os limites da base. Quando esse objeto sumiu os sistemas de segurança voltaram a funcionar.

Na ocasião, outras pessoas também se manifestaram dizendo que OVNIs foram vistos sobre a base várias vezes antes e após aquele incidente.

O avistamento de 2012

Dois novos casos de avistamento ocorreram no dia 21 de setembro de 2012. Informações a respeito desse caso foram liberados pelo National Unidentified Flying Object Reporting Center(NUFORC), poucas semanas depois do episódio.

Atualmente a base de Malmstrom é o lar do 341st Missile Wing (341 MW), que faz parte do Comando de Ataque Global da Força Aérea dos EUA.


Um homem, próximo à cidade de Moccasin, relatou que às 18h30min ele viu um objeto de “forma alongada, de cor alaranjada, se transformar em três pontos individuais“. O evento durou aproximadamente 20 segundos e então as luzes desapareceram. Ele também declarou que era uma noite sem nuvens e todas as constelações no céu podiam ser facilmente vistas.

Uma hora e meia mais tarde, uma testemunha da cidade de Valentine relatou ter visto quatro pontos alaranjados no céu. Uma luz alaranjada, descrita como uma bola de fogo, apareceu, e logo três outras bolas apareceram, totalizando quatro. Quando a quarta apareceu, a primeira desapareceu, seguida pela segunda e a terceira. Então a terceira reapareceu, seguida pela segunda e a primeira. Então, uma a uma, as luzes desapareceram.

O diretor da NUFORC, Peter Davenport, falou com esta testemunha, a qual disse que os objetos tinham um terço do diâmetro da Lua cheia. Duas outras pessoas também viram estes objetos.

A estranha queda de energia 2018

Uma testemunha relatou que um contato na Base da Força Aérea de Malmstrom disse que uma perda de energia de dez minutos ocorreu, depois que um objeto de formato circular com cerca de 90 metros de diâmetros foi visto no ar sobre a base. O evento teria ocorrido em janeiro de 2018.

A base é lar de misseis nucleares, e possui sistemas auxiliares de energia, o que acaba criando ainda mais estranheza para o fato de a base ter ficado as escuras. Ainda mais estranho é o fato de que panes nos sistemas da base já ocorreram no passado depois de um alegado avistamento. Claro que a tecnologia em 1967 não era desenvolvida o suficiente para assegurarmos que tudo não passou de uma pane. Já o ocorrido em 2018 é mais preocupante.

De acordo com a testemunha, o objeto foi descrito como tendo a cor preta. Quando Malmstrom foi contatada, eles confirmaram a perda de energia, mas não revelaram nenhuma outra informação.

Ainda de acordo com a testemunha, avistamentos adicionais têm ocorrido desde maio de 2017. A testemunha pode ser descrita como um policial aposentado que normalmente não é receptivo a alegações de OVNIs.

O relatório revela que o objeto era preto e não continha características estruturais observáveis. O tamanho do objeto foi estimado em cerca de 90 metros, sem luzes no exterior. Nenhuma emissão foi relatada. Foi relatado que o objeto pairou a menos de 150 metros de altitude. A testemunha afirma que o contato estava a mais de um quilômetro de distância do objeto. Nenhum pouso foi visto.

A investigadora Marie Cisneros e o Diretor da MUFON para o Estado de Montana, John Gagnon, encerraram o caso e classificaram-no apenas como informação. Investigadores contataram o departamento de relações com a mídia na Malmstrom. Uma resposta não foi recebida.

Cisneros e Gagnon concluíram que o objeto é um OVNI. Isto é devido a quatro aspectos: tamanho, formato, padrão de voo e trajetória. Nenhum desses aspectos pode ser comparado a qualquer tipo de aeronave típica. Como essa anomalia foi denunciada por alguém que não seja a testemunha real ou o contato nesse caso, o caso deve ser arquivado como Informação Apenas, a menos que informações adicionais sejam reveladas pelo próprio contato.

Fonte: OVNI Hoje e Arquivo UFO

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Comentários

SIGA-NOS NO FACEBOOK

POSTAGENS MAIS VISITADAS DA SEMANA

Links da Deep Web 2018

Links da Deep Web 2019

A guerra entre as famílias Alencar, Sampaio e Saraiva

Links da Deep Web

O caso Araceli

Danny Rolling, o "Estripador de Gainesville"