Púca: O transmorfo da mitologia irlandesa Pular para o conteúdo principal

Púca: O transmorfo da mitologia irlandesa


Púca, também chamado pelos nomes Phooka, Phuca, Pwca, Puka, Pouque, Glashtyn e Gruagach, é uma criatura travessa da mitologia e do folclore irlandês e galês, é uma das várias espécies de elfos e fadas que se divertem em atrapalhar e até causar a morte de viajantes.

A criatura é uma fada mitológica, muito boa em mudar de formas, podendo se transformar em cavalos, coelhos, cabras, goblins e cachorros. Porém, independente da forma que a púca assuma, sua pelagem é sempre escura, e são muitas vezes representados como cavalos pretos com olhos alaranjados. Eles têm o poder da fala humana e são conhecidos por dar bons conselhos, mas também gostam de confundir os humanos. Púcas gostam de charadas e são muito sociáveis, e também gostam de pregar peças em pessoas distraídas e crianças.

O púca pode ser considerado bom ou mau. Se você respeitá-lo eles são bem neutros. As pessoas mais velhas costumam dizer que os Púcas eram muito numerosos, há muito tempo. Eram maus de aparência negra e só atraiam coisas ruins, as vezes apareciam na forma de potros selvagens, com correntes penduradas sobre eles. E faziam de tudo para prejudicar os viajantes desatentos. Além disso, as crianças sempre eram alertadas para não comer amoras sobre amadurecidas, porque este era um sinal de que o púca estaria por perto.

Em contraste, o púca é representado como sendo útil para os agricultores, que relaciona o conto seguinte: O filho de um fazendeiro chamado Phadraig um dia notou a presença invisível do púca e gritou para ele, oferecendo-lhe um casaco. O púca apareceu sob a forma de um touro jovem, e disse-lhe para ir até o velho moinho à noite. A partir de então, os púcas, secretamente à noite e realizavam todo o trabalho de moagem dos sacos de milho em farinha. Phadraig dormiu a primeira vez, mas depois se escondeu em um baú para não perde-los de vista, e mais tarde fez um presente de um terno de seda fina. Inesperadamente isso fez com que os phoukas saíssem para "ver um pouco do mundo" e deixar o seu trabalho. Mas então a riqueza do fazendeiro lhe permitiu se aposentar e dar a seu filho uma boa educação. Mais tarde, no casamento de Phadraic, o phouka deixou um presente, deixou um cálice de ouro, cheio de bebida que, evidentemente, asseguraria sua felicidade.

Se um ser humano for atraído por um puçá, ele terá um passeio selvagem e meio assustador, no entanto, ao contrário de um kelpie (que faz o seu cavaleiro mergulhar no mais próximo córrego ou lago para se afogar e devora-lo) o Púca não fará seu cavaleiro nenhum dano real. No entanto, segundo alguns folcloristas o único homem a montar o Puca foi Brian Boru , Rei da Irlanda, usando um freio especial incorporando três pêlos da cauda do Puca. Embora o Puca goste de zuar seres humanos e muitas vezes aterrorizante, ele é considerado uma criatura benevolente.

É uma criatura associada com Samhain, um festival da colheita. Qualquer coisa que sobre nos campos é considerado propriedade do "púca" e portanto não comestíveis. Em algumas localidades, ceifeiros deixam uma pequena parte da cultura, o "share de Puca", para aplacar a criatura com fome. Porém, 1 de novembro é o dia do Puca, e o dia do ano em que se pode esperar que se comportem civilmente. No início de novembro, o Puca era conhecido em alguns locais, eles defecam e cospem nos frutos silvestres, tornando-os não comestíveis.

Em algumas regiões, é mais respeitado do que temido, se tratado com o devido respeito, ele pode realmente ser benéfico para aqueles que encontram-lo. O Púca é uma criatura das montanhas e colinas, e nessas regiões há histórias de ele aparecer no dia de 1 de Novembro e fornecendo profecias e avisos para aqueles que consultá-lo.

Em algumas partes do Condado de Down, ele se manifesta como um duende, curto desfigurado que exige uma parte da colheita; no Condado de Laois, ele aparece como um bicho-papão monstruoso, enquanto em Puca o Waterford e Wexford aparece como uma águia com um enorme envergadura e em Roscommon como um bode preto.

Fonte: Medo Sensitivo

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.