As visões pós-apocalípticas de Zdzislaw Beksinski Pular para o conteúdo principal

As visões pós-apocalípticas de Zdzislaw Beksinski


Zdzislaw Beksinski foi um renomado artista polonês que nasceu em 24-02-29 e faleceu em 21-02-05. Beksinski foi pintor, fotografo, escultor e, já no final da vida, começou com arte digital. Nasceu na cidade de Sanok, sul da Polônia e depois de estudar arquitetura mudou-se para Cracóvia para trabalhar como supervisor de construção, mas o que lhe fascinava na época era fotografia artística e fotomontagem, além de escultura e pintura. Na época fez esculturas de gesso, metal e fios e produziu diversas fotografias com paisagens e objetos obscuros e acidentados típicas da arte gótica e barroca. Mais tarde concentrou-se nas pinturas com temas abstratos e puxando mais para o lado do surrealismo e fazendo as vezes referências à arte de de Bruegel, Ernst ou Bosch e ao contemporâneo suíço HR Giger.

Uma exposição feita em Varsóvia, em 1964, confirmou o esplendor de seu talento, uma vez que conseguiu vender todas as obras.


Beksinski então, se atirou com afinco na pintura, trabalhando sempre ao som de música clássica. Ele logo se tornou a principal figura contemporânea arte polonesa e adotou o gênero “fantasy art” até meados da década de 1980. Nesta fase de sua vida artística, Beksinski teve a fase mais produtiva criando obras com temas apocalípticos, ambientes surrealistas e obscuros, sempre carregados de uma atmosfera pesada e muitos detalhes. Beksinski afirmou: "Eu gostaria de pintar de tal forma como se eu fosse fotografar os sonhos".


Segundo o próprio artista, suas obras não foram bem interpretadas, pois algumas delas eram bastante otimistas e outras até bem-humoradas. Mas a crítica não aceitou este argumento, pois nem Beksinski conseguia explicar o significado de algumas obras e ainda se recusou a fornecer os títulos de algumas pinturas. Antes de se mudar para Varsóvia, em 1977, ele queimou uma seleção de suas obras em seu próprio quintal, sem deixar nenhuma documentação sobre elas. Ele mais tarde afirmou que algumas dessas obras eram "muito pessoais", enquanto outras não eram satisfatórias, e ele não queria que as pessoas as vissem.


A década de 1980 foi o período em que marcou a transição de Beksinski. Durante este período, suas obras tornaram-se mais popular na França, e ele atingiu uma popularidade significativa na Europa Ocidental, nos Estados Unidos e no Japão. Entre a década de 1980 e início de 1990, a arte de Beksinsi mudou bastante. Segundo o artista “eu estou indo em direção ade uma maior simplificação do fundo e ao mesmo tempo um considerável grau de deformação das figuras que estão sendo pintadas sem o que é conhecido com a luz e sombra natural (...)”.


Nos últimos anos da vida, Beksinski se dedicou a fotografia digital e foto-manipulação por meio do computador.

Em 21 de Fevereiro de 2005, Beksinski foi encontrado morto em seu apartamento em Varsóvia com 17 facadas em seu corpo; duas das feridas foram determinadas pelos legistas como as punhaladas fatais. Robert Kupiec, filho adolescente de um amigo de Beksinski, que mais tarde se declarou culpado, e um amigo foram presos logo após o crime. Em 09 de novembro de 2006 Robert Kupiec foi condenado a 25 anos de prisão, e seu cúmplice, Łukasz Kupiec, a 5 anos pelo tribunal de Varsóvia. Antes de sua morte, Beksinski se recusou a emprestar a Robert Kupiec algumas centenas złoty (aproximadamente US$100,00).


Em 2006 um museu dedicado a Beksinski foi inaugurado na cidade de Sanok na Polônia. No museu está exposto cerca de 50 pinturas e 120 desenhos do artista.

























Quando amanhecer, você já será um de nós...

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. Santa arte! Bagulho bem surreal, gostei do artista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adendo: algumas de suas imagens, inclusive, ilustram algumas creepypastas pelos vários blogs dessa temática (Teoria Omnideoísta é uma delas).

      Excluir
    2. De fato essas imagens são ótimas ilustrações para creepypastas e tals. Tipo as imagens da Susan Black.

      Excluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.