Os índios Macuxi e sua crença na Teoria da Terra Oca Pular para o conteúdo principal

Os índios Macuxi e sua crença na Teoria da Terra Oca


A Teoria da Terra Oca circula pela comunidade científica há alguns séculos, e um de seus primeiros defensores foi Edmund Halley, que lançou sua versão da teoria no século 17. O sobrenome soa familiar, não é mesmo? Bem, foram os cálculos de Halley — um respeitado astrônomo britânico — que determinaram quando o cometa que recebeu o seu nome passaria novamente próximo à Terra.

Apesar de antiga, essa teoria é até os dias de hoje muito debatida, agora mais em sites a respeito de conspirações do que no meio acadêmico. Esse assunto já recebeu uma matéria especial publicada aqui no blog Noite Sinistra (clique AQUI para conhecer melhor esse assunto).

Essa teoria serve como base para outras tantas teses e teorias, afinal se considerarmos que a Terra de fato fosse oca, isso daria suporte a algumas crenças que afirmam que o interior do nosso planete seria habitado por antigas civilizações, alienígenas, Deuses, etc.

A matéria de hoje falará de uma tribo Amazônica, os Macuxi, e a sua crença de que o interior do nosso planeta é habitado por uma raça de gigantes.

Os índios Macuxi são povos indígenas que vivem na Amazônia, no Brasil, Guiana e Venezuela. De acordo com suas lendas, eles são os descendentes dos filhos do Sol, o criador do Fogo e da doença e os protetores do "interior da Terra." Esse grupo indígena sabe da existência da Terra Oca há quase cem anos e muito do seu folclore se baseia nisso.
Suas lendas orais falam de uma entrada na Terra. Até o ano 1907, os Macuxies entraram em algum tipo de caverna, e viajaram de 13 a 15 dias até que chegaram ao interior. É ali, "no outro lado do mundo, no interior da Terra" é o lugar onde os gigantes vivem, criaturas que têm cerca de 3-4 metros de altura.

De acordo com os Macuxis a eles foi dada a tarefa de cuidar de fora a entrada para impedir que os estranhos entrem na "Terra oca." Lendas do povo Macuxi afirmam que aqueles que entram no caminho da caverna misteriosa, descem durante três dias escadarias gigantes. Após o terceiro dia, eles deixam para trás suas tochas, e continuar sua jornada ao centro da Terra, iluminado por luzes que já estavam presentes nas cavernas. Lanternas gigantes, do tamanho de uma melancia e brilhando como o sol.

Depois de 4 a 5 dias de viagem, aqueles dentro da caverna começam a perder peso e massa corporal, o que lhes permite se mover muito mais rápido. As lendas do povo Macuxi afirmam que 5 dias dentro das cavernas, eles começaram a ver enormes cavernas cujos limites não podiam serem vistos, e em uma das câmaras do sistema de cavernas, há quatro objetos "como o Sol", que são impossíveis de fixar o olha, cujo propósito é desconhecido para o povo Macuxi.

No interior da Terra, há lugares onde as árvores com alimentos são capazes de crescer. Os Macuxi dizem que frutas como caju , carvalhos, mangas, bananas e algumas plantas menores podem ser encontradas durante 6-7 dias em sua jornada. Quanto mais o povo Macuxi desceu para o centro da Terra, maior áreas com vegetações apareciam. Mas nem todas as áreas são verdes e prósperas. O povo Macuxi dizem que alguns lugares são extremamente perigosos e devem ser evitados, como aqueles com pedras e riachos.


As tradições orais dos Macuxis continuam a dizer que depois de passar estas câmaras gigantes, tendo passado metade da viagem, eles precisam se mover com cuidado uma vez que o "ar" misterioso pode levar as pessoas a "voar ou flutuar" ao redor. Continuando sua jornada, eles iriam chegar a um lugar no interior da Terra, onde os gigantes viveram. Lá, os exploradores Macuxi iriam comer a comida dos gigantes, onde existem maçãs do tamanho de uma cabeça humana, uvas do tamanho de um punho humano, e peixes deliciosos e gigante foram capturados pelos gigantes e entregues ao Macuxis como presentes.

Após abastecer com comida oferecida pelos gigantes, os exploradores Macuxi voltaram "para casa", para o mundo "exterior", ajudados pelos gigantes do mundo interior.

O Macuxi disseram ser os "guardiões" do submundo, os protetores da entrada para o interior da Terra, e suas lendas falam de uma terra, no interior da terra, que está cheia de poderes e riquezas incríveis.

Esta lenda, claro, é considerada por muitos como apenas lenda, uma outra história dos antigos. Mas, para os Macuxi, a sua "lenda" é totalmente real e eles eram os protetores da entrada até exploradores britânicos chegarem na Amazônia em busca de ouro e diamantes, ao se aventurar nas cavernas, nunca voltaram novamente. Os Macuxis dizem que os gigantes acabaram punindo eles por não cumprir os seus deveres e as "lendas" dos gigantes desapareceram com os anos.

O que você acha? É possível que esta seja apenas mais uma lenda? Ou há algo mais nessa história toda? A existência de seres gigantes que habitam o nosso planeta é outro fato presente em dezenas de culturas antigas em todo o mundo, até mesmo presentes em textos religiosos, como a Bíblia (clique AQUI para conhecer melhor esse assunto).


Fonte: Filosofia Imortal

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Noite Sinistra no YouTube

Gostaria de convidar os amigos e amigas a darem uma conferida no canal Noite Sinistra no YouTube, onde vocês podem encontrar várias matérias interessantes. Para acessar basta clicar no banner abaixo.

Acesse o canal Noite Sinistra no YouTube

Não deixem de se inscrever!!!



CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. Ever wanted to get free Google+ Circles?
    Did you know that you can get them AUTOMATICALLY AND ABSOLUTELY FOR FREE by using You Like Hits?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.