Fotografo registra imagens do "ultimo minuto de vida" de pacientes terminais Pular para o conteúdo principal

Fotografo registra imagens do "ultimo minuto de vida" de pacientes terminais


Você já parou para pensar como são os últimos minutos de uma pessoa, antes de morrer? Por muitas vezes deixamos para mais tarde a demonstração de afeto e carinho para com pessoas que amamos, e muitas vezes não nos damos conta de que no minuto seguinte tais pessoas podem não estar mais com a gente. Pensando em questões como essa um fotógrafo resolveu imortalizar em belas e comoventes imagens os momentos finais de pacientes terminais, e assim nos convidar a refletir a respeito de como encaramos a morte daqueles que amamos.

Como disse Hipócrates, que viveu em 377 a.C, “é mais importante saber que tipo de pessoa tem uma doença do que qual tipo de doença tem uma pessoa”.

Às vezes, a gente fica tão preocupado com uma doença de alguma pessoa querida, e coloca tanta energia naquilo, que acaba esquecendo a pessoa que está ali, os minutos que ela tem antes de morrer, sempre achando que teremos mais “depois”.

Em 2009, foi lançado um filme hollywoodiano que serve de exemplo para essa questão. Chama-se “Uma Prova de Amor”, e foi estrelado por Cameron Dias, Abigail Breslin e Sofia Vassilieva. O filme conta a história de uma garotinha (Sofia Vassilieva) que foi diagnosticada com leucemia ainda criancinha. O câncer dela era extremamente severo, e exigia constantes doações de medula da irmã mais nova (Abigail Breslin), concebida justamente para tentar salvar a vida da primogênita. Chegou um ponto que a irmã doente se cansou de lutar contra o câncer e resolveu aceitar que o fim estava próximo.

A mãe, interpretada por Cameron Diaz, não aceitou essa decisão. Ela queria que a filha continuasse passando pelos procedimentos doloridos, mesmo que fosse para prolongar a vida dela por mais um dia que fosse. Ela passou a ignorar o sofrimento da filha perante o tratamento, e focar apenas na doença.

Foram histórias assim que inspiraram o ensaio do fotógrafo Andrew George. Na série de imagens que você vai ver a seguir, o artista mostra pessoas minutos antes de morrer, e nos faz um convite para refletir a respeito da vida e da morte. Os personagens do ensaio, ao contrário da garotinha do filme, estão no fim da vida, mas em uma idade mais avançada. Eles estão mais perto do fim simplesmente porque chegou a hora, como chegará a de todos nós.

Como surgiu a ideia

Em entrevista ao jornal estadunidense Huffington Post, George contou que quando teve a ideia desse projeto estava em um memorial feito para a mãe de um amigo que acabara de falecer. Apesar da dor da perda, ele disse ter ficado maravilhado com a forma como ela foi homenageada naquele momento, e como havia tanto amor genuíno e incondicional ali.

Depois de ver tudo aquilo, ele começou a pensar sobre a vida da mulher, tudo que havia aprendido com ela e todos os momentos felizes que tinha em sua memória.

George, então, tornou-se interessado em pessoas que vivem sabendo que a hora de sua morte está chegando, pessoas brilhantes que por tanto tempo passaram despercebidas em pontos de ônibus, nas ruas, nos supermercados, cidadãos comuns, heróis não reconhecidos, forçados a lutar com toda a força do mundo, enquanto seus corpos continuam enfraquecendo cada vez mais.

“Para todos eles, começou como provavelmente vai começar para você um dia: uma coceira estranhamente persistente na parte de trás da cabeça, um desconforto no lado esquerdo, um nódulo entre os dedos que se tornou impossível de ignorar”, explica Alain de Botton, no prefácio do projeto.

Como o próprio fotógrafo conclui, “estes homens e mulheres não eram diferentes de qualquer um de nós, e, mais cedo ou mais tarde, todos nós estaremos vivenciando o que eles viveram”.

Muitas das imagens mostram pessoas que nem parecem estar doentes, e esse é o detalhe que mais me chamou a atenção, pois as vezes a morte nos pega desprevenidos e leva pessoas próximas sem que a gente se dê conta de que elas corriam risco de morte.

Veja a comovente série de fotos de pessoas minutos antes de morrer.











Fonte: Hypescience

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Noite Sinistra no YouTube

Gostaria de convidar os amigos e amigas a darem uma conferida no canal Noite Sinistra no YouTube, onde vocês podem encontrar várias matérias interessantes. Para acessar basta clicar no banner abaixo.

Acesse o canal Noite Sinistra no YouTube

Não deixem de se inscrever!!!

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. Are you looking for free Google+ Circles?
    Did you know that you can get these ON AUTO-PILOT & TOTALLY FREE by registering on Like 4 Like?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.