Governo não nega teoria de que os Duendes são os principais responsáveis por deslizamentos na Islândia Pular para o conteúdo principal

Governo não nega teoria de que os Duendes são os principais responsáveis por deslizamentos na Islândia


Quando Siglufjördur, uma pequena cidade montanhosa no norte da Islândia, foi atingida por uma série de tempestades no verão passado, operários da construção civil que liberavam uma estrada logo se viram fugindo de deslizamentos de terra e lutando com a enchente do rio.

Um membro da equipe ficou ferido, e depois uma escavadeira quebrou. Um repórter de TV, que chegou para examinar os danos, caiu em uma poça de lama e teve de ser socorrido. A limpeza dos escombros virou um suplício de 10 dias e se tornou um espetáculo.

Os locais sabiam que a culpa havia sido das chuvas fortes. Ou dos duendes.

Acontece que operários haviam despejado terra, sem saber, sobre uma pedra que é especial o suficiente para ter seu próprio nome no folclore islandês: Alfkonusteinn. A pedra tem até um histórico que envolve um ser humano, uma fada e uma roupa encantada de duende.


Os duendes islandeses, também chamados de povo escondido ou álfar, não são criaturas minúsculas de orelhas pontudas, disse em um e-mail Alda Sigmundsdóttir, jornalista e autora de "The Little Book of the Hidden People: Twenty Stories of Elves From Icelandic Folklore" ("O pequeno livro do povo escondido: 20 histórias de elfos do folclore islandês", não lançado no Brasil).

Dizem que eles são majestosos e parecidos com humanos, e uma boa forma de pensar neles, de acordo com Sigmundsdóttir, é como "a versão dos islandeses para o karma". Durante décadas os duendes foram acusados de causarem confusão em projetos de construção em toda a Islândia.

Procurado pela reportagem, Viktor A. Ingólfsson, um porta-voz da Administração Rodoviária e Costeira da Islândia, enviou uma declaração de quatro páginas da comissão detalhando sua posição oficial sobre os duendes.

"Não se pode negar que a crença no sobrenatural às vezes é a razão para preocupações locais" em torno de obras e desenvolvimento, de acordo com a declaração. Se existe a crença de que um determinado ponto é amaldiçoado ou habitado por duendes, "então esse deve ser considerado um tesouro cultural."

Sigmundsdóttir disse que boa parte do folclore em torno dos duendes tem a ver com a explicação para condições difíceis de vida.

"Estudiosos modernos acreditam que este era um dos meios pelos quais os islandeses tentavam controlar seus destinos em uma terra onde o clima era incrivelmente rigoroso e inclemente", ela disse.

O que aconteceu em Siglufjórdur provavelmente foi mais "um remanescente da antiga crença de que os lares do povo escondido são sagrados", disse Sigmundsdóttir. O folclore em torno dos duendes não é uma parte da vida cotidiana, ela disse, e às vezes a mídia internacional gosta de explorar histórias do chamado lobby do duende, muitas vezes para consternação dos locais.

No entanto, a administração rodoviária finalmente desenterrou a pedra do duende no final de agosto, de acordo com o jornal islandês "Morgunbladid". Ingólfsson disse em um e-mail que os locais pediram para que limpassem a pedra para honrar o folclore.

Só por garantia —e talvez para ter sorte— os funcionários lavaram a pedra com máquinas de alta pressão.

Fonte: Arquivos do Insólito

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.