Crânios de criaturas desconhecidas são encontrados em maleta de antiga sociedade secreta Nazista Pular para o conteúdo principal

Crânios de criaturas desconhecidas são encontrados em maleta de antiga sociedade secreta Nazista


Um achado intrigou pesquisadores na Rússia. Dois crânios de criaturas desconhecidas foram encontrador dentro de uma maleta com símbolo de uma sociedade secreta dentro do nazismo. Material não corresponde a nenhuma criatura identificada pela ciência, o que levou muitos internautas e sites a cogitarem que tais crânios tenham pertencido a Alienígenas.

Segundo os jornais russos "Komsomolskaya Pravda" e "Rossiyskaya Gazeta", a maleta com o símbolo de Ahnenerbe que guardava os crânios está conservada e em perfeito estado.


A maleta foi encontrada nas montanhas de Adiguésia, ao lado de construções megalíticas da região, até onde os membros da Ahnenerbe se deslocaram, em 1941, para investigar os antigos dolmens (espécies de túmulos) , nos quais estariam enterrados restos de uma raça desconhecida.

A República de Adiguésia é um dos centros de cultura megalítica mais importantes do mundo, desenvolvida entre os séculos IV e I a.C. Também conhecidos como túmulos do portal, os dólmens do Cáucaso se estendem ao longo do litoral do Mar Negro, na região de Krasnodar e da Adiguésia.


Ahnenerbe é a sigla para um nome que, traduzido, significa “Sociedade para a Investigação e Ensino sobre a Herança Ancestral Alemã”. A organização ficou ativa entre 1939 e 1945, dedicando-se exclusivamente ao estudo das tradições, história e patrimônio da, por eles chamada, raça ariana.

A sociedade era formada por mais de 350 especialistas de destaque, com carreiras brilhantes na ciência e em outras faculdades acadêmicas. Em suas pesquisas do oculto e desconhecido, a Ahnenerbe realizou várias expedições em todo o mundo, que incluíram destinos com o Tibete, a Antártida e o Cáucaso.


Poucos sabem que, alguns anos antes do início da guerra, especialistas em estradas de montanha, uma organização militar de engenharia alemã ofereceu ajuda à URSS para a construção da estrada entre Pitsunda e Ritsa (a partir da costa do Mar Negro uma reserva natural montanhosa, agora na Abcásia), alegadamente por razões de cooperação internacional. Depois de completar o trabalho, os especialistas alemães encontraram uma morte trágica, como seu carro caiu no fosso em uma curva.

Acredita-se que os militares alemães não estavam apenas interessados em ajudar com a estrada, mas principalmente essa seria uma forma de camuflar suas pesquisas, já que antes da Segunda Guerra Mundial os Nazistas realizaram muitas expedições em diferentes lugares do mundo. O blog Noite Sinistra já abordou uma matéria falando justamente sobre uma dessas expedições (clique AQUI para ler a matéria).

 Até hoje, turistas lotam Lake Ritsa através dos túneis construídos pelos alemães.




Fontes: Noticias Atual e Yahoo

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Comentários

  1. Muito interessante, alias, tudo que se refere a segunda guerra, por conta dos nazistas, acaba envolto em mistérios.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom apesar dos nazistas serem sinistros,os caras pesquisavam a tudo fundo.

    ResponderExcluir
  3. Os nazistas eram audaciosos e mexiam com ocultismo e provavelmente com extraterrestres.Talvez até recebessem ajuda tecnológica deles mas abusaram demais.Querer conquistar a Euroásia inteira,mais o norte africano em tão pouco tempo é demais até para um et.Depois da desastrosa Operação Barbarossa em território soviético acho que entraram nas naves e Abschied Hitler!!!

    ResponderExcluir
  4. Quantum Binary Signals

    Get professional trading signals sent to your mobile phone every day.

    Follow our signals right now and earn up to 270% per day.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.