Ruínas do hospital que teve Hitler como paciente Pular para o conteúdo principal

Ruínas do hospital que teve Hitler como paciente


Na postagem de hoje, que foi uma dica do nosso amigo Elson Antonio Gomes, vamos conferir algumas imagens registradas nas ruínas do hospital Beelitz-Heilstätten, em Berlim (Alemanha). Em 1916 esse hospital teve como paciente um jovem ferido durante os combates da Primeira Guerra Mundial, mas que marcaria seu nome na história graças a Segunda Guerra Mundial. Seu nome era Adolf Hitler.

O monstro foi salvo nesse hospital

Uma semana depois do início da 1ª guerra mundial, Hitler apresentou-se como voluntário ao exército alemão, depois de ter sido rejeitado pelo exército austríaco, sendo designado a um regimento bávaro.


Com apenas três meses de treinamento, ele foi enviado à Frente Ocidental. Hitler serviu na França e na Bélgica como mensageiro da Primeira Companhia do 16º Regimento de Infantaria de Reserva Bávaro, atuando na linha de força inimiga. Ele participou também da Primeira Batalha de Ypres, na qual sua unidade foi dizimada em quatro dias. Ao fim do conflito, de 3.500 soldados, sobraram somente 600 para seguir em combate, Hilter era um deles.


Em outubro de 1916, no norte da França, Hitler foi ferido na perna, e assim retornou para a Alemanha para receber tratamento. Em março de 1917 ele voltou a frente de batalha, quando foi promovido à patente de cabo. Ele só não recebeu uma promoção maior porque consideraram que lhe faltava liderança. Hitler foi condecorado duas vezes: recebeu a Cruz de Ferro de Segunda Classe em 1914 e a Cruz de Ferro de Primeira Classe em 1918.

É difícil não se perguntar como seria o mundo hoje se o hospital Beelitz-Heilstätten, cujas ruínas ainda seguem em pé em Berlim, nunca tivesse curado Hitler em 1916 durante a 1ª Guerra Mundial. Todos sabemos como a 2ª guerra mundial influenciou o mundo nas décadas seguintes ao conflito, e parece estimulante imaginar se tal conflito teria mesmo acontecido se Hitler tivesse morrido vítima de seus ferimentos adquiridos durante os combates da 1ª guerra mundial.


Em Beelitz-Heilstätten também foram tratados soldados nazistas feridos durante a 2ª Guerra Mundial e, a partir de 1945 e até a queda do Muro de Berlim, os militares soviéticos.

O hospital foi construído em 1898 como um sanatório para doentes de tuberculoses e uma pequena parte do enorme complexo ainda segue em uso para reabilitação neurológica, segundo o Atlas Obscura.


Salvo essa parte, o resto está abandonado, sendo que o hospital se tornou um dos lugares preferidos dos praticantes de urbex no velho continente e ocasionalmente organizam visitas organizadas; seus ruinosas salas de cirurgia e psiquiatria converteram-no em um dos lugares mais assustadores da Terra, segundo a revista Traveler. Você pode comprovar quão arrepiante que é em nas seguintes fotografias:
















Agradecimentos ao amigo Elson Antonio Gomes pela dica.

Fontes: MDig e History - Fotos: Matt Biddulph/Flickr

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:

Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Cinco mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do Diabo

Saudações amigos e amigas. Hoje decidi compartilhar com vocês uma bizarra lista, na qual conheceremos a história de 5 mulheres que afirmam ter dado a luz ao filho do demônio. Convido a todos a conhecerem esses estranhos relatos.

A origem da Deep Web

O termo Deep Web passou a ser usado entre os anos de 2001 e 2002, e hoje em dia é sinônimo de crimes cibernéticos e da obscuridade humana. Embora ainda não fosse denominada da forma que é hoje, a deep web já está ativa desde a década de 70. Convido todos a conhecer um pouco mais sobre esse assunto na matéria abaixo.