Restaurante é fechado pela polícia nigeriana por servir carne humana Pular para o conteúdo principal

Restaurante é fechado pela polícia nigeriana por servir carne humana

Imagem meramente ilustrativa
Em um hotel (cujo nome não é mencionado nos mídia) da cidade de Onitsha, estado nigeriano de Anambra, a polícia prendeu, em Agosto de 2013, 11 pessoas incluindo o proprietário (além de 6 mulheres e 4 homens), por servir pratos feitos com carne humana. As autoridades também fecharam o restaurante.

Durante buscas, feitas nas instalações, os agentes encontraram duas cabeças humanas frescas' - embaladas em celofane, dois fuzis AK-47, outras armas, muita munição, duas boinas do exército e vários telefones celulares.

A 'iguaria não constava do menu e era vendida como um produto de alto nível. Um dos pratos principais do cardápio macabro era, justamento, o assado de cabeça. A investigação foi deflagrada depois de uma denúncia anônima.

Um vizinho do restaurante relatou: "Toda vez que eu ia ao mercado (Ose-Okwodu, local muito popular), que muito perto do hotel, eu reparava em uma movimentação estranha dentro e fora do lugar. Tinha gente estranha saindo de lá; então, não fiquei surpreso com a presença da polícia."

Um cliente do restaurante, pastor religioso que não quis se identificar, também deu seu depoimento: Eu estive no hotel no início deste ano (2014) e, depois do almoço, me disseram que um pedaço de carne custava 2,5 euros - e isso me surpreendeu. Eu não imaginava que a carne que eu tinha comido por um preço tão alto era humana.

Na Nigéria, casos de canibalismo estão se tornando cada vez mais frequentes mas não havia evidências que carne humana estivesse sendo usada no menu de restaurantes. Em muitas ocasiões, quando o fato torna-se de conhecimento público, a população, revoltada, tenta fazer justiça por conta própria.

Em janeiro de 2013, foi divulgado o caso de dois canibais e comiam gente regularmente. Algumas horas depois da divulgação, uma multidão aglomerou-se em frente à casa dos acusados e puseram fogo na residência. A polícia chegou tarde demais.


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Comentários

  1. kkkkkkkk Muito legal a frase acima do "Sejam Bonzinhos". Bizarro esse fato de comerem carne humana! Mas tenho certeza que eles gostaram! kkk Nem sei bem o que dizer dos canibais...situação muito tensa...

    Alex
    http://horrorclubb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devem ter gostado mesmo, afinal o restaurante cobrava um preço "especial" para essa iguaria...sinal que o sabor estava agradando...

      Excluir
  2. Pobreza? Desespero? Ou mera covardia?
    Bem complexo e aterrorizante

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. De fato existem tribos e grupos que praticavam, ou praticam, canibalismo na África, é algo que está na cultura de determinadas tribos, assim como em tribos na indonésia e em outros cantos do mundo, mas nesse caso creio que não tem nada haver com cultura...pois a princípio as pessoas que comiam no restaurantes eram enganadas, afinal elas não sabiam que estavam comendo carne humana, a menos que essas pessoas tenham pago justamente para apreciar tal iguaria, mas agora se fingem de vítimas...

      Até onde foi apurado os clientes foram enganados, portanto não podemos considerar, nesse caso, o ato de comer carne humana um ato cultural, pois se ele fosse, os envolvidos, incluindo os clientes, saberiam o que estavam comendo...mas é como eu mencionei acima, eu não duvidaria se as pessoas soubessem...

      Excluir
  4. Adocicada com a textura da carna de porco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não,isso que você está falando é da carne de cachorro-qq

      Excluir
  5. No BRASIL os políticos(com os impostos) comem os brasileiros pelos bolsos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fugiu do assunto. Não deveria, jamais, em hipótese alguma, comentar

      Excluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.