O incidente OVNI no Aeroporto de Manises em 1979 Pular para o conteúdo principal

O incidente OVNI no Aeroporto de Manises em 1979


Conhecido como o incidente de OVNI em Manises, foi também a primeira vez que um voo comercial foi forçado a fazer um pouso de emergência devido a um OVNI (Objeto Voador Não Identificado).

O voo JK-297 com 109 passageiros a bordo, estava em seu meio caminho em sua viagem para Los Palmas quando o piloto Francisco Javier Lerdo de Tejada e sua tripulação notaram uma série de três luzes vermelhas se dirigindo rapidamente em direção a aeronave.

Ele consultou via rádio os controladores de voo que consultaram aos radares militares e comerciais, para tentar descobrir do que se tratavam tais luzes, mas nenhum dos objetos apareceu em radar algum. O piloto Francisco, então, resolveu mudar de altitude mas as luzes vermelhas rapidamente seguiram sua altitude e permaneceram a cerca de 500 metros de distância.

Ao violar todas as regras de segurança, o capitão decidiu fazer um pouso de emergência no aeroporto dos Manises em Valência, Espanha.

Pouco antes do desembarque, o radar no aeroporto detectou esses três naves que mediam cerca de 200 metros de largura cada. A tripulação do aeroporto e muitos civis tinham visto as luzes vermelhas seguindo o avião e que pareciam com luzes de emergência, dando a impressão que outro avião estivesse em perigo e tentando pousar.

Depois que o avião havia pousado, um jato Mirage F-1 decolou de uma base militar próxima, mas mal era capaz de fazer contato visual, os objetos continuavam ganhando velocidade. Os jatos Mirage F-1 foram lançados na tentativa de entrar em contato com esses OVNIs.

O impacto público do incidente foi tal que em setembro 1980 que chegou ao Parlamento espanhol. A Câmara Alta, do representante Enrique Múgica, pediu publicamente uma explicação oficial, mas o avistamento de OVNI foi atribuído a uma série de ilusões ópticas arrepiantes.

O relatório oficial completo, desclassificado pela Força Aérea espanhola em agosto de 1994, afirma que o piloto Javier Lerdo de Tejada, a equipe de terra do aeroporto de Manises e o Capitão da Força Aérea Fernando Cámara podem ter sido enganados por "flashes emitidos a partir de um complexo de indústria química distante(cerca de 100 quilômetros de distância de Manises) e algumas estrelas e planetas.

Embora esta possibilidade tenha sido muito discutida e rejeitada por todas as pessoas envolvidas, ela se destaca como a única explicação oficial para o avistamento.

As dificuldades no voo experimentadas pelo piloto do jato não foram mencionados na divulgação ao público. A falha do sistema eletrônico que aconteceu a bordo do Mirage F-1, poderia ter sido causada por um poderoso equipamento de guerra eletrônica da Marinha dos EUA estacionada na área, enquanto aguardava o desfecho da crise dos reféns do Irã.

O piloto de combate do F-1, Fernando Cámara, negou tal possibilidade, além disso, seus sistemas foram travados quando tentava derrubar o OVNI com um míssil IR.

Fonte: Arquivo UFO.

Comentários

  1. Here in this article we will review the critical items necessary to ensure your next domain name is exactly
    what you want and need. These are some examples of good minors for Psychology
    major. Ask yourself how much time you can devote to your new canine companion.


    my homepage http://korallenland.net/forum/index.php?page=User&userID=71380

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.