Policial alemão é suspeito de matar e esquartejar adepto de canibalismo Pular para o conteúdo principal

Policial alemão é suspeito de matar e esquartejar adepto de canibalismo


Um policial alemão de 55 anos é suspeito de ter matado e esquartejado, a pedido da vítima, um homem que ele conheceu em um site dedicado ao canibalismo, informaram fontes judiciais no dia 29 de novembro (29-11-13).

O suspeito foi detido na quarta-feira e atualmente está em prisão preventiva. Os investigadores assinalaram que não há elementos que apontem para um ato de canibalismo.

Os fatos remontam a 4 de novembro, quando o diretor de uma empresa de gestão patrimonial de Hanover viajou para Dresde para se encontrar com um policial, identificado como Detlev G., a quem conheceu em um site de canibalismo, explicou o diretor da polícia de Dresde, Dieter Kroll.

Segundo os primeiros elementos da investigação, a vítima teria expressado há vários anos o desejo de que outro homem o matasse e o comesse.

O policial e a vítima conversaram a respeito disso por chat, e-mail, telefone e SMS, afirmou Maik Mainda, outro investigador.

O policial, que trabalha na seção científica da polícia judicial, foi buscar sua futura vítima na estação e a degolou com uma faca pouco depois de chegar a sua casa.

Depois esquartejou o corpo, tirou os ossos e alguns pedaços que, enterrou em seu jardim.

O policial reconheceu os fatos e explicou que tudo aconteceu em questão de poucas horas, depois da chegada da vítima. Também mostrou os vários lugares em seu jardim onde enterrou os pedaços do corpo.

A promotoria de Dresde abriu uma investigação por homicídio, apesar de o procurador da cidade, Andrea Feron, não descartou que os fatos possam ser reclassificados como "homicídio solicitado" pela vítima.

Em alguns aspectos esse caso se parece com o caso Armin Meiwes, o canibal de Rotemburg.

Fonte: Terra

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr
Links Relacionados:
Özgür Dengiz, o canibal de Ancara.
Daniel Camargo Barbosa, a besta dos manguezais.
Yoo Young-Chul: O Canibal sul coreano.
John Wayne Gacy: O palhaço assassino.
Os estripadores de Chicago.
Jerome Brudos, o assassino luxurioso.
Armin Meiwes, o canibal de Rotemburg.
Nikolai Dzhumagaliev: O canibal do Cazaquistão.
Albert Fish, o devorador de criancinhas.
Enriqueta Matrí: A vampira de Barcelona.
Joachim Georg Kroll: O devorador Alemão.
Bela Kiss: O monstro húngaro.
Leonard Lake e Charles Ng: Assassinos e torturadores.
Canibalismo em família.
Winnie Ruth Judd: A mulher tigre.
Harvey Murray Glatman: O Assassino de Beldades.
Dennis Andrew Nilsen, o assassino gentil.
Peter Bryan: O canibal inglês.
Nicolas Claux: O vampiro de Paris.
Issei Sagawa - O canibal japonês.
Vince Weiguang Li - O canibal do ônibus.

Comentários

  1. Terrível isso, lembro daquele filme "albergue" que mostra uma cena de um homem comendo o outro vivo. Nossa, nem consigo imaginar um ser humano fazendo esse tipo de coisa, mesmo sabendo que existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ser humano pode ser muito doentio as vezes...e atos como o do texto acima são uma prova disso...por falar nisso...adoro o filme albergue...rsrsrs

      Excluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.