Método de Execução: Gravata colombiana Pular para o conteúdo principal

Método de Execução: Gravata colombiana


Na semana retrasada, nos comentários da postagem que falava sobre o Método de Execução Necklacing,  um leitor(a) Anônimo(a) solicitou que eu falasse de um determinado método de execução, a Gravata Colombiana, pedido que eu atendo no dia de hoje. Eu já havia pesquisado sobre o assunto, mas  não encontrei muito material a respeito, o que havia me feito desistir do assunto. Mas o pedido do leitor(a) me deu um novo ânimo, e acabei reiniciando minhas pesquisas.

Método de Execução: Gravata colombiana


Gravata colombiana é um método de execução onde a garganta da vítima é cortada horizontalmente, por meio de uma faca ou de outro objeto pontiagudo, e a língua da vítima acaba sendo puxada pelo orifício gerado pelo corte.

Algumas fontes alegam que o criador desse método de execução teria sido o traficante Pablo Escobar. Porém documentos históricos provam que esse método já existia a mais tempo. Segundo esses documentos sua origem coincide com o surto de La Violencia, a guerra civil colombiana, que começou em 1948 com o assassinato do líder Jorge Eliecer Gaitan. Existem relatos em livros, que falam que esse método teria sido utilizado também na Itália, a mais de cem anos atrás.

Embora Escobar não tenha sido o criador do método, ele fez uso dessa cruel prática, executando rivais por meio dela. O grupo de Escobar, após executar algum membro de um grupo oposto com o uso desse método, promovia um "desfile", onde era exibido o cadáver, ou mesmo a vitima ainda agonizante. Tal atitude visava intimidar delatores, traidores e possíveis rivais.

Gravata colombiana no caso OJ Simpson

Durante o julgamento de OJ Simpson, em 1994, uma teoria alternativa alegou que os assassinos que mataram Nicole Brown Simpson e Ronald Goldman seriam na verdade traficantes.

Evidência que foi apresentada para provar tal teoria é que no crime um colar colombiano foi executado (não consegui apurar em qual das vítimas). Na verdade seria uma variação da verdadeira gravata colombiana, pois nesse caso a vítima foi morta por uma barra horizontal na garganta e a língua não é puxada através da ferida. A teoria teria sido rejeitada.

A gravata colombiana na televisão

No décimo primeiro episódio de Hannibal, intitulado "Roti", uma gravata colombiana foi realizada pelo Dr. Abel Gideon.

Na 1 ª temporada, episódio 2 de Breaking Bad, Jesse menciona brevemente gravatas colombianas ao contemplar os perigos de soltar Krazy-8, ex-parceiro de negócios que está preso em seu porão.

A gravata colombiana também é mencionada em Modern Family episódio " When Good Kids Go Bad ".

Na temporada de estreia do espetáculo A Ponte, em um episódio intitulado "ID", o serial killer executa uma gravata colombiana em uma vítima.




Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

Comentários

  1. Me desculpe a ignorância mas não entendo algo: Tudo bem que a lingua é um órgão extremamente comprido, mas...é suficientemente grande passar pelo corte feito na garganta? oO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o corte é feito bem abaixo, ou até exatamente na parte de baixo do queixo...a segunda imagem dessa postagem, se refere a um seriado de tv, sendo que nesse caso a representação é um tanto exagerada...o cara teria que ter uma lingua de um palmo de comprimento...rsrsrs

      Excluir
  2. Hannibal sendo citado. *sorrindo maniacamente*

    ResponderExcluir
  3. brigadao vei fiquei pedindo um tempo mais valeu a pena, tinha visto esse metodo em um site mais nao tinha entendido direito,otimo blog

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.