O caso ufológico de Pascagoula Pular para o conteúdo principal

O caso ufológico de Pascagoula


No dia 11 de outubro de 1973, Charles Hickson (42) e Calvino Parker (19) estavam pescando no rio Pascagoula, Mississipi (EUA). Ambos eram funcionários de um estaleiro e ouviram um estranho chiado. Logo em seguida eles observaram um objeto com formato de ovo descer do céu. O objeto tinha aproximadamente 3 metros de largura por 2,5 de altura, com luzes azuis, pairando a 12 metros de altura.


Com o objeto ainda no ar, uma porta se abriu e saíram três seres, de aspecto estranho, flutuando em direção às testemunhas. Posteriormente as testemunhas puderam constatar que os seres tinham 1,50 m de altura, cabeça oval, sem pescoço, boca quase imperceptível, e estranhas protuberâncias no lugar do nariz e das orelhas. Os seres não tinham olhos, eram de coloração acinzentada e mãos providas de garras.



Dois seres agarraram Hickson, e um agarrou Parker, que desmaiou devido ao impacto emocional. Segundo Hickson, quando os seres tocaram seu braço, seu corpo ficou amortecido. Os seres levaram os dois pescadores flutuando para a nave onde foram submetidos a exames médicos. O sequestro durou aproximadamente vinte minutos sendo que ao final eles foram deixados no mesmo local onde foram capturados. Os dois protagonistas deste caso informaram primeiramente a Base Aérea de Kesslerr, em Biloxi. O oficial que os atendeu sugeriu que eles procurassem o chefe de polícia de sua cidade. O Xerife local, ao ouvir a história de ambos resolveu colocá-los em uma sala separada, a prova de som, onde eles foram interrogados separadamente. A intenção do delegado era desmistificar o caso. Não houve nenhuma contradição nos relatos.

Pier de Pascagoula
A imprensa local publicou a história e em poucos dias o caso ficou conhecido no país inteiro. A Aerial Phenomena Research Organization (APRO), fundada em 1952, enviou um pesquisador para investigar o caso. A Força Aérea Americana enviou outro pesquisador, o astrônomo Joseph Allen Hynek. Ambos investigaram o caso utilizando diversos métodos, como por exemplo, o detector de mentiras e uso de hipnose. Não houve contradição em nenhum momento e ambos passaram nos testes com detector de mentiras.



Comentários

  1. Essa é um dos mais intrigantes casos da ufologia que eu já vi! Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei ele bastante bizarro...portanto ta valendo neah...rsrsrsr

      Excluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.