As 35 pequenas pirâmides do Sudão Pular para o conteúdo principal

As 35 pequenas pirâmides do Sudão


Olá amigos e amigas. Hoje voltamos a falar de pirâmides aqui no blog Noite Sinistra. Essas enigmáticas obras da arquitetura antiga continuam a exercer fascínio em muitas pessoas (me incluo nessa lista), seja pelas imponentes e elaboradas construções, que parecem impossíveis de terem sido realizadas com tecnologia antiga, ou mesmo pela enigmática presença dessas estruturas em diversas civilizações antigas, sendo que muitas dessas civilizações não tiveram contato umas com as outras, e ainda assim construíram monumentos piramidais semelhantes, podemos acrescentar a esse vasto leque de enigmas a indagação de qual o motivo que levaram esses antigos construtores a desenvolver edifícios com esse formato singular.

Quando falamos em construtores de pirâmides sempre lembramos dos Egípcios e dos Maias, mas como já tivemos possibilidades de ver aqui no Noite Sinistra, outras culturas do mundo também construíram as suas pirâmides. Hoje será a vez do Sudão e das suas 35 pequenas estruturas piramidais, inspiradas na cultura egípcia.

As 35 pirâmides do Sudão

De acordo com o site Scientific American, pelo menos 35 pirâmides associadas a uma antiga necrópole foram descobertas em uma região chamada Sedeinga, no Sudão. Segundo os arqueólogos responsáveis pela descoberta, as estruturas provavelmente datam do reinado de Kush, que ocorreu há 2 mil anos.

O reino de Kush fazia fronteira com o Egito, e a construção das pirâmides provavelmente é um reflexo da influência arquitetônica — e funerária — egípcia na população local. As estruturas se encontram incrivelmente agrupadas, e 13 delas dividem uma área um pouco maior do que uma quadra de basquete.


Os monarcas kushitas já se consideravam herdeiros da religião e da cultura egípcia muito antes de construírem as pirâmides em Meroé. Inclusive, chegaram a invadir o seu vizinho do Norte no século VIII A.C. para fundar um império que se estendia até à Líbia e à Palestina. Embora o Egito tenha mais tarde caído sob controle romano, continuou a influenciar a vida cultural do Reino Kush. As pirâmides de Meroé são tudo o que resta de uma Era magnífica na cidade Kushita e que testemunharam um império poderoso, o suficientemente, para resistir a Roma.


Necrópole

Os arqueólogos especulam que os povos que habitavam essa região construíram pirâmides durante vários séculos e, com o passar do tempo, os Kush foram preenchendo os espaços vazios do terreno com mais e mais necrópoles e pirâmides. Aparentemente, a construção dessas estruturas ocorreu até que não sobrasse mais espaço, obrigando a população a reutilizar os túmulos mais antigos.


A maior das pirâmides conta com uma base de pouco menos de 7 metros de largura, enquanto a menor, provavelmente construída para servir de sepultura para uma criança, mede menos de um metro. Nenhuma das estruturas possui teto, o que os arqueólogos atribuem à ação do próprio tempo e de ladrões de túmulos.

Os pesquisadores acreditam que no passado as estruturas eram decoradas com esculturas de antepassados e flores e, apesar da ação dos saqueadores, algumas pirâmides ainda continham ossos e alguns objetos. Entre eles, os arqueólogos encontraram uma mesa de oferendas com as figuras de Isis e Anúbis, com algumas inscrições que apontavam que a peça pertenceu a uma mulher idosa.

Nesta imagem é possível ver o detalhe da flor de lótus
O amuleto encontrado pela equipe é um Deus denominado de Bes, ele cuidava das mães que estavam em trabalho de parto
Os arqueólogos encontraram uma mesa que mede mais ou menos 43 por 35 cm, na imagem é possível ver a cabeça de Anubis, conhecido como um Deus associado com a mumificação e a vida após a morte
O arqueólogo Francigny exibe uma pedra com invocações de Ísis e Osíris
Fontes: Megacurioso, Eco Viagem e Portal R7.

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr


Comentários

  1. Incrível como essas civilizações tiveram arquiteturas quase idênticas mas nunca tiveram contato umas com as outras (até aonde nós sabemos) vai saber neh. Também fico fascinado com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra coisa que me intriga é o suposto propósito...tipo pirâmides sempre estiveram ligado ao lado religioso...e em muitos casos, como esse do Sudão, assim como no Egito, elas era usadas como câmaras fúnebres...tipo não é apenas a geometria que é semelhante, mas a aplicação também...

      Excluir
    2. Cara, desculpe mas, pelo menos quanto às piramides do Egito, nenhuma delas era fúnebre, nunca foi encontrada uma múmia dentro de uma pirâmide egípcia, os restos mortais eram sempre encontrados em mastabas ou necrópoles anexas. Para você que gosta de mistérios, vale a leitura dos textos sobre as pirâmides postados pelo Marcelo Del Debbio: http://www.deldebbio.com.br/2008/08/26/piramides-piramides-parte-ii/

      Excluir
    3. Wilson...já li em diversas oportunidades textos que falavam disso que vc mencionou aí, porém todos esses textos relacionam esse fato com as pirâmides de Gizé. O único texto que eu li que falava que nenhuma das muitas pirâmides encontradas no Egito haviam sido de fato usada como câmara mortuária, foi um texto da wikilivros, e alguns materiais que usaram a wikilivros como fonte.

      Concordo que muitas pirâmides não foram usadas como meros túmulos, e acredito que tais construções possuíam uma finalidade muito mais interessante...porém não me sinto a vontade para fazer a afirmação que vc fez...de que nenhuma das muitas pirâmides egípcias havia sido utilizada como câmara fúnebre.

      Porém admito ter visto documentários e lido textos que falavam das câmaras anexas onde eram realizadas as mumificações.

      Não estou dizendo que a sua afirmação esteja errada, apenas estou dizendo que não tenho tanta convicção como vc tem para afirmar tal coisa...

      Agradeço a participação...e principalmente, agradeço por vc ter levantado tão interessante tema...Abraços manolo...

      Excluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.