Cães Negros Pular para o conteúdo principal

Cães Negros


Olá meus caros amigos e amigas atormentados. Hoje contaremos com um texto especial, afinal ele foi escrito pelo amigo Rusmea, dono do blog parceiro Rusmea.com. A partir de agora entraremos no sombrio mundo das mitologias, e o senhor Rusmea será nosso intrépido guia...Fiquem aos cuidados no nosso grande parceiro Rusmea e aproveitem o passeio!!!

No bestiário mitológico de praticamente todos os países e culturas, se podem encontrar enormes e terríveis cães negros, de olhar feroz e brilhante. Desde tempos imemoriais, as lendas sobre esses cães infernais tem atormentado a adultos e crianças, chegando em alguns casos, a transpassar a fina linha do mito para converter-se em inquietante realidade.

Cães negros fantasmas



Apesar de que existem variantes regionais, a maioria dos cães negros tem o tamanho de bezerros, seus olhos vermelhos são grandes e se destacam por seu pelo emaranhado. Suas aparições acontecem em vias antigas, encruzilhadas, cemitérios, que são lugares associados a superstições e acontecimentos misteriosos.
Dizem que suas aparições aumentam durante as tempestades elétricas.


No domingo 4 de agosto de 1577, quando a igreja de Santa Maria em Bongay, próximo a Norwich, Inglaterra, se encontrava repleta de fiéis, uma terrível tempestade sacudiu o edifício, quando de repente um enorme cão negro iluminado por descargas elétricas apareceu na igreja e atacou com suas garras e dentes a um grande número de pessoas. As testemunhas consideraram que a besta era um demônio, um emissário do diabo.

Barghest e Mauthe



Em algumas regiões, acreditam que os cães negros prenunciam a morte. Uma destas criaturas, chamada de Barghest, aparece em localidades do norte da Inglaterra, em especial em Yorkshire.

Acreditava-se que quem avistasse o animal com clareza, morreria pouco depois, enquanto que se o avistassem de longe, a testemunha viveria alguns meses mais antes de sucumbir. Uma criatura, chamada Mauthe, costuma aparecer no quartel do castelo de Peel, na ilha de Man, Reino Unido.


Kludde



Kludde o cão negro belga, costuma ter o aspecto de um cão gigantesco, também se manifesta como um gato ou um cavalo, em todas as suas formas, a criatura pode ser identificada pelas correntes que se arrastam pelo solo e pela luminescência azul que brilha ao redor de sua cabeça. O Kludde salta sobre as costas dos viajantes e ataca-os com seus dentes e garras.

O cão negro de El Escorial y Las Puertas del Infierno



Segundo a lenda, durante a construção do mosteiro de San Lorenzo del Escorial, (Madri, Espanha) um misterioso cão negro aterrorizava os operários pelas noites, atrapalhando as obras.

O cão infernal talvez protegesse o lugar, pois atribuem que o Escorial seria uma das portas do Inferno que se estendem pelo mundo. Esta foi uma das razões pelas quais, Felipe II mandou construir o mosteiro nesse lugar, para manter fechada a tal porta.

O cão foi encontrado e foi ordenado que o enforcassem em uma das torres do mosteiro.

Felipe II regressou definitivamente ao Escorial para morrer, mas do seu leito de morte, seguiu ouvindo os latidos desse cão infernal, que já tinha sido sacrificado fazia anos.

O Cadejo



O Cadejo é um animal legendário da região mesoamericana estendida entre as zonas rurais e inclusive urbanas da América Central, dizem que é um cão mítico (ou dois cães) que geralmente aparecem aos que perambulam a altas horas da noite e no qual lhes são atribuídos poderes misteriosos.

As diferentes versões da lenda na América Central descrevem o Cadejo como um branco e um negro (geralmente benigno e maligno respectivamente), ou simplesmente um solitário Cadejo negro (geralmente benigno).


Este mítico animal é o duplo do homem, de tal maneira que a doença ou a morte do primeiro implicam na doença ou na morte do segundo.

Entre as variações da crença, há a que supõe a existência de um animal parceiro para cada homem, que seria o Cadejo branco.

Dito animal acompanharia o homem em todas as suas viagens solitárias pela noite e na versão de dois Cadejos, o branco protege e defende o homem contra os maus espíritos encarnados no Cadejo negro, cor tenebrosa que simboliza a morte, ou seja, o mau em todas suas as manifestações.



Comentários

  1. Muito legal. Há muitas histórias que envolvem esses mistérios e justamente essa tendência sombria é que as tornam tão boas histórias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas lendas sobre cães do inferno são algumas das minhas lendas favoritas...

      Excluir
  2. Lilith adora cãezinhos negros..kkkk :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em Supernatural é o Cowley que tem um grande cão do inferno certo?

      Excluir
    2. Kkkkk ops, me enganei! Foi péssimo! Vlw por me corrigir..rsrs

      Excluir
    3. Corrigir?? Eu estava tirando uma dúvida mesmo...rsrsrsrsrs. Eu não me lembrava mais se era a Lilith ou o Crowley que tinha o tal big dog dos infernos...rsrsrs

      Abraço Kellia!!!

      Excluir
  3. Naum brinquem com oq é serio, eu vejo 3 desses cães quase que todo dia, achei que estava louco, pouco depois sofri um acidente de carro e só eu sobrevivi, pai, mae, irmão e irmã morreram, agr temi que sou eu

    ResponderExcluir
  4. Eu sonhei com um cão negro e outro branco,o negro não podia morrer não importa oque acontecesse,e o branco poderia morrer facilmente,por isso vim pesquisar sobre esses cães(faz um ano que tive este sonho)

    ResponderExcluir
  5. Meu vizinho viu um bando de cachorros latindo de madrugada na rua e quando foi vet o que era pela janela avistou um cão grande peludo e de olhos vermelhos, e os outros cachorros latindo ao redor e pouco tempo depois ele faleceu.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.