As misteriosas ruínas da Ilha Malden Pular para o conteúdo principal

As misteriosas ruínas da Ilha Malden


Isolada na vastidão do Oceano Pacífico, encontra-se a pequena Ilha Malden, de apenas 39 quilômetros quadrados. Essa ilha é mais um dos vários locais misteriosos espalhados ao redor do planeta sobre os quais os cientistas emitem apenas suposições.

A Ilha Malden foi descoberta, no dia 30 de julho de 1825, por um grupo de exploradores britânicos liderado pelo experiente capitão George Anson Byron. O primeiro homem a deixar a embarcação HSM Blonde e desembarcar na ilha foi o estudioso Charles Robert Malden, por isso ela foi nomeada em sua homenagem.


Os exploradores ficaram perplexos quando encontraram a ilha inabitada, apesar das cerca de 40 estruturas megalíticas construídas no formato de pirâmides e plataformas espalhadas ao longo de boa parte da ilha.


O relatório escrito pelo explorador britânico informa que algumas pirâmides chegam a alcançar cerca de 9 metros de altura com 6-18 metros de largura.

Um fator que torna esse local ainda mais misterioso consiste no intricado sistema de ruas que se estende por toda a ilha semelhante a uma gigantesca teia de aranha. Essas vias sãos compostas por largas lajes de basalto cruzando a ilha completamente até desaparecer sob as águas do Pacífico.



A teoria mais aceita pela comunidade científica é a de que a ilha foi habitada há muito tempo atrás por um pequeno grupo de desbravadores Polinésios.

Fica difícil acreditar na teoria atual devido ao ambiente inóspito do local. A flora é bastante escassa e a fauna é constituída basicamente de aves marinhas e duas espécies de lagarto. Além disso, é basicamente impossível que uma população reduzida tenha dedicado tanto tempo a construção de tamanhos monumentos e diversas ruas.

Uma outra corrente de estudiosos acredita que a Ilha Malden é mais uma das várias evidências que comprovam a existência do continente perdido de MU.


A Ilha Malden permaneceu como colônia da Inglaterra até o ano de 1979. Três testes nucleares foram realizados na região pelo governo britânico entre os anos de 1956 e 1957. Não se sabe a dimensão dos estragos que esses testes causaram nos antigos monumentos.

Hoje em dia, a Ilha Malden faz parte da República Independente de Kiribati. A ilha habitada mais próxima fica a cerca de 800 quilômetros de distância.

Não existe nenhum tipo de passeio turístico para lá. A única maneira de chegar a Ilha Malden é através de barcos ou hidroaviões particulares. O custo da viagem de ida e volta pode chegar na casa dos 25.000 dólares.

Uma coisa é certa, alguma sociedade antiga, desconhecida e muito avançada empreendeu muito esforço na construção dos monumentos megalíticos nessa ilha e, por algum motivo, foi varrida do mapa muito antes da chegada dos primeiros desbravadores europeus.




Vídeo do teste nuclear:

Fonte: Caos no Sistema.

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

Comentários

  1. Uma ilha misteriosa com monumentos de uso desconhecido e um local inabitado por seres, e o governo explode uma bomba atomica exatamente nesse local? intrigante.

    ResponderExcluir
  2. Antes desse teste nuclear, era nítido a entrada e a saída de estradas via Ilha Malden - Pacífico, como se ali outrora, fosse terra firme.

    Ali, outrora, foi Lemúria/Mú: O verdadeiro continente-berço do homo sapiens sapiens. O homem moderno não surgiu na África, como muitos pensam. Os polinésios é que são os verdadeiros descendentes mais antigos dos primeiros sapiens, originários de Mú. Só depois é que eles migraram para outros continentes (começando pela América) povoando o resto do mundo, criando outros povos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.