Maldição do Filme "A Profecia" Pular para o conteúdo principal

Maldição do Filme "A Profecia"


Saudações Atormentados...Hoje resolvi falar da maldição envolvendo o filme "A Profecia" de 1976 (que é o original), um filme cheio de simbolismos católicos e que trazia como carro chefe o número da besta, 666. Embora eu tenha lido recentemente uma teoria de que o 666 não seria o número maldito, e sim o 616 seria o verdadeiro número da besta, isso por culpa de um possível erro de tradução, mas enfim, essa não é a questão.

Sinopse:
Diplomata (Gregory Peck) preocupado em não chocar a esposa, Katherine Thorn (Lee Remick), em virtude da morte do seu filho ao nascer lhe oculta o fato e adota um recém-nascido de origem desconhecida, sem saber que a criança era o Anti Cristo em pessoa.

A maldição
Antes mesmo que começarem as filmagens de longa, quando o filme ainda era chamado de "The Antichrist to the Birthmark", posteriormente foi rebatizado, em Inglês, como “The OMEN”, o roteirista Bob Munger já tinha suas apreensões "eu avisei o produtor: se você fizer esse filme, terá problemas. Se a grande arma do diabo e ser invisível, ele não vai deixar que você o torne visível para milhares de pessoas", disse Munger anos depois no documentário: A MALDIÇÃO DE A PROFECIA.

Aos poucos o produtor Harvey Bernhard começou a acreditar. No set de filmagem ele só andava com um crucifixo no pescoço. "o capeta estava à solta e não queria que esse filme fosse feito", afirmou, também no mesmo documentário. "estávamos lidando com elementos ocultos, que não conhecemos, e as coisas foram ficando cada vez piores".

E realmente estavam piorando. O avião em que estava David Seltzer, foi atingido por um raio, o que quase causou um desastre na época. O avião que levava Gregory Peck a Londres para o início das filmagens também havia sido atingido por raios. Outro avião, que seria alugado para levar alguns técnicos do filme, para as cenas gravadas em Israel, foi emprestado, de última hora, despencou minutos após a decolagem matando todos a bordo.

O Hotel, onde o diretor do longa, Richard Donner, estava hospedado sofreu um atentado à bomba do IRA. Houve ainda, outro atentado, também do IRA, dessa vez em um restaurante onde a equipe de filmagem iria jantar, sorte que ninguém tinha chegado no local ainda.

Durante a gravação dois participantes da equipe foram mortos, um pelo cachorro que participava do próprio filme e outro foi morto por um tigre.

Mas o evento mais assustador aconteceu com John Richardson, foi a pessoa responsável pelos efeitos especiais do filme, após o lançamento em 76, ele estava viajando em uma estrada holandesa com Liz Moore. Em certo momento ele perdeu o controle e bateu o carro, Liz acabou morrendo decapitada, de maneira semelhante a uma cena do filme, que ele mesmo produziu, na cena o personagem de David Warner, o fotógrafo Jennings, que ajudava o embaixador Robert Thorn, personagem de Gregory Peck a desvendar o mistério envolvendo o pequeno Damien (Harvey Stephens), acaba decapitado por uma lamina de vidro, lançada de um caminhão desgovernado. Atordoado John saiu do carro e deparou-se com a seguinte placa: Cidade de Mommens a 66,6 Km.



Fotos do Filme:




Trailer do Filme de 1976:


Fonte: Minilua.

Quando amanhecer, você já será um de nós...


Comentários

Siga-nos no Facebook

Postagens Recomendadas

Postagens mais acessadas no último mês

Links da Deep Web 2018

Saudações amigos e amigas. Hoje eu volto a publicar no blog Noite Sinistra uma matéria com links da deep web e prints da deep web.
Os links apresentados na matéria abaixo foram coletados entre janeiro e fevereiro de 2018, estando todos eles ativos nesse período, mas nada pode garantir que os mesmos estarão ativos até o final do ano, afinal de contas muitos sites na deep web mudam constantemente seus endereços afim de se manterem o mais seletivos quanto aos usuários que frequentam o espaço.

Exorcismo e orações em Latim

Nas culturas egípcia, babilônica, assíria e judaica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.

O paraíso do LSD

Em 1997, um químico orgânico chamado Leonard Pickard, junto a Gordon Todd Skinner, construíram o maior laboratório de LSD do mundo. No local, um antigo silo nuclear, eram realizadas várias festas e orgias regadas a drogas.
Segundo fontes, tal laboratório era tão grande que chegou a produzir cerca de 90% do LSD disponível no mundo, isso sem falar nas grandes quantidades desconhecidas de MDMA, ALD-52, extrato de ergot e possivelmente LSZ.

Luka Rocco Magnotta: 1 Lunatic 1 Ice Pick

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.

Ted Bundy: O assassino de jovens mulheres

Saudações amigos e amigas. Hoje falaremos de um dos mais notórios serial killers que o mundo já conheceu: Ted Bundy. Ele assassinou cerca de 35 mulheres (crimes reconhecidos pelas autoridades) entre os anos de 1974 e 1978 em seis diferentes estados dos EUA. Ted Bundy é tido, por muitos, como o mais marcante serial killer dos EUA, tornando-se um verdadeiro pop star, muito disso talvez pela forma em que atuou no seu próprio julgamento, ou talvez pela desenvoltura que demonstrava defronte as câmeras em inúmeras entrevistas que deu durante o período em que esteve preso.