O vestido de noiva assombrado da Baker Mansion | Noite Sinistra
12/11/2018

O vestido de noiva assombrado da Baker Mansion


Saudações amigos e amigas. Hoje compartilho com vocês uma matéria que foi enviada ao blog Noite Sinistra pela amiga Letícia, dona do blog Nerd Gladiador. A matéria fala do vestido de noiva de Anna Baker, e da possível assombração que atormenta essa peça de roupa. Convido a todos a conhecerem um pouco mais sobre esse assunto.

Na Pensilvânia, no fundo da Historic Baker Mansion, há um vestido de noiva alegadamente amaldiçoado. A casa, construída em 1848, é um destino turístico popular no PA Central, também abriga a Sociedade Histórica de Blair County. Mas em 1849, era o lar da família Baker. Especificamente, era a casa de Anna Baker, a mulher que pode ou não ter possuído essa vestimenta assombrada.


O vestido de casamento é considerado um dos objetos mais assombrados de todo o mundo. Mas por que?

A história da família Baker

A história original é esta: Elias Baker, um rico mestre de ferro da Pensilvânia, comprou Allegheny Furnace com um primo em 1836. Elias trouxe sua esposa, Hetty, e seus dois filhos, David Woods e Sylvester para Altoona, PA, e eles viveram morar no que foi chamado de "mansão boa e tolerável". Pouco depois de se mudarem para esta primeira casa, Anna nasceu. Mais tarde, tiveram um quarto filho, Margaretta, que nasceu em 1839, mas morreu tragicamente aos dois anos de idade devido a um surto de difteria.

Elias Baker
Embora esta primeira casa fosse uma mansão, não era imponente para o Sr. Baker, então ele encomendou a construção da Mansão Baker em 1845. A construção desta nova casa levou cerca de quatro anos e quase levou à falência a família Baker.

Segundo a lenda, Elias era um homem dominador e quando sua filha Anna queria casar com um humilde trabalhador da indústria do ferro, ele não gostou nada. A história conta que ela comprou o vestido de noiva esperando que seu pai mudasse de ideia. Mas ele nunca mudou. Ela também era teimosa e decidiu que nunca se casaria com nenhum dos homens que seu pai tentou lhe apresentar só para irritá-lo.

Muitos dizem que quando ela envelheceu, ela se tornou cada vez mais insana, tanto que existem alegações de que em algumas noites ela costumava dançar sozinha vestindo o tal vestido de noiva.

O vestido foi usado eventualmente por Elizabeth Bell, outra mulher rica que uma vez zombou de Anna por nunca ter se casado. Ela era a filha de Edward Bell, um homem rico que deu seu nome à cidade vizinha de Bellwood. Quem acredita na lenda do vestido assombrado afirma que essa traição pode ter sido o que fez o vestido ganhar vida.


As assombrações

O vestido agora permanece na casa atrás de uma caixa de vidro, onde os visitantes relatam todos os tipos de acontecimentos estranhos.

Dizem que a mansão é assombrada pelos espíritos da família, mas ninguém é tão ativo quanto Anna e o seu vestido.

Dizem que o vestido de casamento treme violentamente e balança para frente e para trás. Isso especialmente tende a acontecer em torno da lua cheia e do Halloween.

O vestido era guardado, até recentemente, atrás de uma moldura de vidro no antigo quarto de Anna. Ele estava postado na frente de um espelho onde os visitantes afirmam ver a imagem de uma mulher olhando para eles. Por causa da deterioração do material, o vestido não está mais em exibição.


Os visitantes dizem aos guias turísticos que vêem uma mulher dançando usando um vestido de noiva tarde da noite.

O fato é que qualquer objeto pode ser assombrado. Tudo o que precisa é estar imbuído de resíduos emocionais e a trágica tristeza de Anna é mais do que suficiente.

Agradecimentos a amiga Letícia pelo envio dessa matéria, e deixo aqui o convite aos amigos e amigas para que acessem o blog da nossa amiga, o Nerd Gladiador.


Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no Instagram

Postagem em destaque