Japão está liquidando casas abandonadas | Noite Sinistra
27/11/2018

Japão está liquidando casas abandonadas


Saudações galera. Quem me conhece, ou lê o blog Noite Sinistra a algum tempo, certamente conhece minha paixão por cemitérios e casas abandonadas, logo sempre que me deparo com esse tipo de assunto fico inclinado a trazê-lo para as leitoras e leitores aqui do NS.

A matéria abaixo fala um pouco a respeito de um fenômeno que vem ocorrendo no Japão, onde residências e edifícios abandonados estão sendo doados ou vendidos a preços muito baixos, isso por que tem ocorrido um severo aumento no número de imóveis desse tipo no mercado.

Os bancos de "akiya" do Japão, listas de propriedades imobiliárias desabitadas impulsionadas por governos locais e regionais, ofertam casas grátis ou por somas simbólicas. A iniciativa busca lutar contra um problema crescente no país nipônico: seu elevado número de casas abandonadas, especialmente nas zonas rurais. Em 2013, o Instituto de Pesquisa Fujitsu listou em 8,2 milhões o número de casas desocupadas no Japão. As prefeituras de Kagoshima, Kochi e Wakayama concentravam cada uma delas 10 % ou mais do total destas propriedades.

Cinco anos depois, os especialistas imobiliários acreditam que este número supera os 10 milhões e as previsões mais pessimistas apontam que para o ano 2033, mais do 30% de todos os lares de Japão estarão abandonados ou vazios.


Para reverter esta tendência, iniciativas como as dos bancos de "akiya" ("vaga", em japonês) podem ter um papel importante. Estas listas agrupam as propriedades abandonadas a venda em cada município ou prefeitura e oferecem-nas a preços reduzidos simplificando o processo de compra e venda para terminar de forma rápida com as formalidades.

Em geral, ao contrário do que possa parecer, são moradias amplas, algumas das quais contam inclusive com grandes lotes de terra. Entre as ofertas podem ser encontrado até casas gratuitas que podem ser adquiridas pagando apenas os impostos e taxas.

No entanto, os especialistas aconselham a examinar cuidadosamente o estado da construção que seja interesse de compra, já que às vezes podem estar danificadas por cupins ou fugas de água e problemas de ventilação que podem causar mofo e a destruição das estruturas de madeira. Na maioria dos casos, depois da aquisição há que renovar em parte ou completamente a propriedade e aí é que são elas.


Fonte: Mdig

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no Instagram

Postagem em destaque