7 personagens de Natal mais bizarros ao redor do mundo | Noite Sinistra
24/12/2017

7 personagens de Natal mais bizarros ao redor do mundo


Como vocês sabem, existem várias tradições natalinas espalhadas pelo mundo, e várias delas são desconhecidas, ao menos para nós brasileiros, sendo que muitas vezes essas tradições, intimamente ligadas ao paganismo e religiões muito antigas, nos parece algo um tanto bizarro.

Tendo isso em mente, resolvemos fazer uma seleção de personagens e criaturas que são famosos em outras partes do mundo. Então, confiram agora os 7 personagens de Natal mais bizarros ao redor do mundo.

1 - O Cabrito Yule

Em vez de trazer trovões e relâmpagos, a cabra Yule ajuda o Papai Noel a trazer os presentes para as crianças boas. Pequenas cabras de palha são decorações natalinas muito populares na Escandinávia. A cabra Yule não é algo que você iria querer pendurar na árvore de Natal. Além de ser enorme, muitas vezes ela pega fogo pelo fato de ser feita de palha.

Na cidade de Gavle, na Suécia, é erguida uma cabra Yule enorme. Todo ano alguém coloca fogo na cabra. Nos últimos anos as autoridades locais tentaram parar essa tradição, fazendo a cabra com uma palha menos inflamável e colocando câmeras em volta.


2 - Kallikantzaroi

Os Kallikantzaroi são conhecidos em todo o sudoeste da Europa. São criaturas pequenas e obscuras que costumam aparecer apenas durante os 12 dias antes do Natal. Segundo a lenda, eles passam o resto do ano no centro da Terra tentando destruir o mundo.

O mito diz que o planeta é sustentado pela Árvore do Mundo. Suas raízes e galhos apoiam a Terra e é lá que os Kallikantzaroi tentam destruir o mundo. Quando chega o Natal, eles vem à superfície para nos aterrorizar. Isso permite que a Árvore do Mundo se recupere. Já ouviu falar dessa criatura?


3 - La Befana

La Befana, assim como o Papai Noel, adora chaminés. No dia 5 de janeiro, a bruxa feia desce nas chaminés e faz um julgamento com todas as crianças da casa. Esperando sua visita, as crianças deixam suas meias em volta de suas camas. Se La Befana achar que a criança foi uma boa pessoa, ela vai encher as meias com doces. Se a criança foi má, ela vai ganhar apenas um pedaço de carvão. Pode ser que esse pedaço de carvão esteja relacionado com a queima de pessoas pagãs.

De acordo com a tradição, La Befana foi visitada pelos sábios antes de verem Jesus Cristo. Ela lhes ofereceu hospedagem durante à noite, e pela manhã eles sugeriram que ela se juntasse a eles na jornada. Ela se negou a ir, mas depois se arrependeu e nunca conseguiu encontrar os sábios e nem Jesus. Por isso ela passa todo o seu tempo dando presentes à crianças ao redor do mundo.


4 - Gryla

Na Islândia, um dos personagens mais terríveis do Natal é uma gigante canibal e seu gato. Gryla é um troll que foi mencionada em um folclore islandês no século 13. Ela foi associada ao Natal e usa seus "talentos" nessa época. Quando ela encontra uma criança má, ela a leva para mais tarde comê-la.

Como se ela já não fosse suficientemente perversa, seu gato, Jolakotturinn, é uma enorme besta que procura crianças que não estão vestindo roupas novas. Isso porque na Islândia, quando as crianças cumprem suas tarefas, elas ganham roupas novas. Sendo assim, qualquer criança que não esteja usando roupas novas provavelmente não fez suas tarefas.


5 - Os Yule Lads

Além de Gryla e seu gato, ela decidiu que precisava de algo para assustar as crianças. Ela e seu marido fizeram 13 filhos, os Yule Lads. Para cada um dos 13 dias antes do Natal, uma criança deixa um sapato debaixo da janela. Quando um dos Yule LAds encontra o sapato, ele coloca alguns doces, mas só se a criança tiver sido boa no dia. Caso contrário, ele coloca uma batata podre.

Hoje eles são um grupo de meninos maliciosos que deixam pequenos presentes. Cada um dos Yule Lads tem um nome que se relaciona com sua obsessão.


6 - Zwarte Piet

Na Holanda, todos os anos é certo que haverá uma briga entre os moradores de lá. Muitos discutem se o Zwarte Piet é uma caricatura racista ou não. Alguns defensores do personagem Zwarte Piet dizem que sua pele escura é por causa das suas escaladas nas chaminés. Outros acham que os lábios vermelhos, cabelos encaracolados e brincos de ouro são clássicos estereótipos racistas de escravos.

Nos últimos tempos, o governo holandês fez movimentos para se livrar de desfiles do Zwarte Piet. Até mesmo a ONU pediu para que os desfiles acabassem. O papel dos comerciantes holandeses no comércio de escravos é um aspecto de sua história que muitos parecem não querer esquecer.


7 - Krampus

Krampus é uma criatura mitológica que acompanha o Papai Noel. A origem vem de Krampen, palavra para "garra" no alemão antigo. Nos Alpes, essa criatura é representada por algo semelhante a um demônio. Enquanto o Papai Noel presenteia as crianças que se comportaram bem durante o ano, o Krampus pune as crianças más. Em muitos lugares é feito o desfile de Krampus. Homens vestidos como o personagem saem pelas ruas para agredirem pessoas consideradas más.

Em cidades do estado de Santa Catarina, como Brusque e Guabiruba, a tradição é chamada de 'Pensinique' (deturpação de Pelznickel, nome utilizado ao Sul da Alemanha). Lá o 'antinoel' veste uma roupa velha e sacos de juta, tem um cabelo de palha e carrega um saco nas costas, assim como o Papai Noel. No saco ele leva instrumentos para assustar as crianças más e ameaça levar várias delas no saco.


By: Elson Antonio Gomes

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no Instagram

Postagem em destaque